ASSINE

Maia: preocupação com auxílio emergencial de R$ 600 é a logística

Presidente da Câmara disse que estará vigilante para que recursos cheguem a quem precisa

Publicado em 30/03/2020 às 20h53

Momentos depois de o Senado aprovar o auxílio emergencial para vulneráveis de R$ 600, podendo chegar a R$ 1.200, para mulheres provedoras do lar, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), demonstrou preocupação com a logística da operação.

Presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia
Presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, postou no Twitter que "os mais necessitados têm pressa". Crédito: Michel Jesus/ Câmara dos Deputados

"Nossa preocupação agora é com a logística: fazer chegar às mãos dos beneficiários esses recursos. Estaremos vigilantes para que isso ocorra com a brevidade necessária. Os mais necessitados têm pressa", escreveu o deputado no Twitter.

Maia também comemorou a aprovação do projeto. "Uma vitória do Congresso. O Senado aprovou o auxílio emergencial de até R$ 1200 para os trabalhadores informais. Falta apenas a sanção do presidente que acreditamos não demorará", afirmou.

Este vídeo pode te interessar

A Gazeta integra o

Saiba mais

Notou alguma informação incorreta no conteúdo de A Gazeta? Nos ajude a corrigir o mais rápido possível! Clique no botão ao lado e envie sua mensagem.

Envie sua sugestão, comentário ou crítica diretamente aos editores de A Gazeta.

Logo AG Modal Cookies

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.