ASSINE
Oferecimento:
Modo de Visualização:

Halving  do bitcoin: corte de produção pela metade deve valorizar moeda

Medida ocorre a cada quatro anos e tem a intenção de evitar o esgotamento do dinheiro virtual, que precisa ser mineirado para ser achado na internet

Publicado em 12/05/2020 às 12h53
Bitcoin: empresa que atuava com criptomoeda é investigada de fazer pirâmide financeira
Moeda se tornou alternativa na crise econômica mundial. Crédito: Pixabay

Em um movimento para fortalecer o bitcoin, a criptomoeda passou pela terceira vez na sua história pelo halving. O processo automático e definido por algorítimo, que ocorreu na última segunda-feira (11), tem como objetivo reduzir pela metade a oferta de novas unidades da moeda.

O choque de oferta ocorre a cada quatro anos e tem a finalidade de evitar que o número de bitcoins alcance o volume máximo. Para quem não sabe, a moeda é criada por meio da mineração e precisa ser achado na internet. Com a crise econômica mundial e o aumento do desemprego e da queda de renda de muitas famílias em todo o planeta, houve um aumento na busca pelo ativo.

Algumas pessoas deixam computadores ligados por dia atrás de um bitcoin e os criadores do dinheiro virtual estabelecem um valor a ser pago ao minerador.

A proposta do halving é permitir que o ativo seja valorizado. Em 2016, quando ocorreu o eegundo corte de produção da moeda, ue deixa o recurso mais raro e difícil de ser achado, houve um aumento de 1.300% em dois anos. Na primeira vez,  o ajuste no preço foi de 7.000% em um ano.

Devido à medida, o investidor precisa ter cautela ao apostar todas as fichas no bitcoin. Existe uma grande possibilidade de a moeda ficar ainda mais volátil até que volte a ter uma progressão nos preços.

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.