A jornalista Renata Rasseli cobre os eventos sociais, culturais e empresariais mais importantes do Estado. Sua marca é aliar notícias a tendências de moda, luxo, turismo e estilo de vida

Veja quais estilos de viagem serão moda em 2021

Pesquisa do Booking  aponta que os brasileiros querem viagens mais curtas, mais gastronômicas e sem muito luxo

Vitória
Publicado em 25/01/2021 às 02h02
Atualizado em 25/01/2021 às 11h12
Viajar sozinho será moda em 2021
vIAJA. Crédito: Divulgação

Viajar sozinho para encontrar familiares, destinos simples e com pouco luxo, viagens gastronômicos e locais onde possa aliar trabalho e lazer. Essas são algumas tendências do turismo em 2021, segundo pesquisa realizada pela Booking, site de reserva de hospedagens, que levantou informações com mais de 20 mil pessoas que viajaram a lazer ou a trabalho em 2020.

Segundo a pesquisa, apenas 7% dos brasileiros realmente planejam uma viagem de luxo (como se hospedar em uma vila na Itália ou em um hotel 5 estrelas). A maioria (55%) planeja uma viagem relaxante para fugir de tudo. Ou seja, o verdadeiro luxo de 2021 será aproveitar um bom descanso.

 A pesquisa mostrou ainda que os deslocamentos domésticos ganharam mais importância e que as pessoas se mostraram mais inclinadas em fazer viagens gastronômicas: 38% dos brasileiros disseram que querem experimentar mais a culinária local durante uma viagem, enquanto 45% pretende comer fora com mais frequência.

MESVERSÁRIO

Carolina Neves e Pedro Trindade e os filhos Ben e Martin
Carolina Neves e Pedro Trindade e os filhos Ben e Martin: celebrando os 6 meses dos gêmeos. Crédito: Mariana Andrich

CABELO: POSSO LAVAR TODOS OS DIAS?

A resposta é sim. Segundo a dermatologista e membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD) Karina Mazzini, couro cabeludo limpo é couro cabeludo saudável. “Agora, evite lavar à noite e ir dormir com ele ainda molhado. Isso pode levar à proliferação de fungos, bactérias e doenças capilares”, alerta a médica. E se o seu cabelo for seco, um espaçamento maior entre as lavagens é permitido. “E sempre prefira água fria. Seus fios agradecem”, ensinou Karina Mazzini.

VERÃO 2021

Claudia Scarton curte dias de sol e mar, em Caraíva
Claudia Scarton curte dias de sol e mar em Caraíva, na Bahia. Crédito: Divulgação

BALÉ SOLIDÁRIO

Devido a grande procura, a professora de balé, Lenira Borges, faz hoje uma segunda sessão de audições do Projeto Ballet Solidário para concessão de bolsas de estudo, em diversas faixas etárias do balé. A preocupação de Dona Lenira, sempre foi atender com seu ofício àqueles desprovidos de condições de arcar com os custos das aulas, acolhendo talentos que, se não fosse sua solidariedade, não poderiam ter realizado o sonho de pisar nos palcos. As audições acontecem a partir das 9h e são divididas por faixa etária. As inscrições podem ser feitas pelo número 99943-3694.

FÉRIAS

Letícia Rody, no Quadrado, em Trancoso
Letícia Rody: em dias de férias em Trancoso, Bahia. Crédito: Divulgação

DE OLHO NO MERCADO

Não se fala em outra coisa no mundo dos negócios a não ser em ESG. Traduzida para o português, a sigla se refere a Ambiental, Social e Governança. Isso tem acontecido por conta da valorização de negócios sustentáveis no cenário global, e que deve ser uma tendência também por aqui. O especialista em ERP e diretor da Sankhya-ES, Renato William, explica o que isso significa de fato. “O primeiro pilar é focado na busca constante por minimizar o impacto ambiental; já o segundo é o de cunho social, que consiste em elementos ligados às pessoas, como a cultura corporativa; por fim, o terceiro pilar está ligado ao processo de governança corporativa, ou seja, de que forma os interesses dos acionistas estão alinhados com a gestão da companhia. A adoção de princípios ESG na análise de empresas permite trazer para mesa de discussão questões que, além de serem fatores cruciais para o bem da sociedade, manutenção do planeta e construção de um mundo melhor, afetam diretamente seus resultados”.

TRANCOSEANDO!

Ane Zorzanelli curtindo o verão 2021 em Trancoso, Bahia
Ane Zorzanelli: dias de verão em Trancoso, na Bahia. Crédito: Divulgação

MUDANÇA DE EMPRESA

Estamos no primeiro mês de um novo ano que chega com uma lista de desejos para serem realizados. Para muitos brasileiros, a mudança de emprego está no topo das listas de ações a serem realizadas. Mas para todas essas mudanças é necessário fazer uma transição de maneira segura e estratégica. Com o atual cenário econômico e muitas incertezas sobre quando a economia vai voltar a crescer, uma das principais questões para os trabalhadores é se vale a pena arriscar e mudar de emprego em 2021.

A psicóloga e diretora da Psico Store, Martha Zouain explica que mudar de emprego requer um planejamento mais direcionado e ações mais incisivas, afinal de contas, sair de um emprego para ficar desempregado não é o objetivo de ninguém. “O início de um novo ano traz junto com ele um sentimento de entusiasmo à mudanças. É quando muitas pessoas decidem mudar a trajetória profissional e ir buscar uma nova realidade. Mas algumas mudanças exigem que o indivíduo tenha um planejamento com um tempo de antecedência para evitar frustrações e um resultado negativo”.

PLENA!

Denise Póvoa, na Praia Ponta de Campina,  João Pessoa
Denise Póvoa: férias na Praia Ponta de Campina, em João Pessoa. Crédito: Divulgação

VAI À PRAIA OU À PISCINA? PROTEJA O CABELO

Em qualquer época do ano devemos cuidar dos cabelos, mas o verão exige uma atenção especial. O sol e a água do mar e da piscina danificam a estrutura capilar. E o problema pode ser ainda pior nos cabelos que passaram por químicas severas ou mal feitas. “Com proteção solar e tratamento com produtos de qualidade e adequados para o tipo de cabelo é possível manter a saúde dos fios em qualquer estação do ano”, ensina a empresária Camila Gomes, da Entoar Distribuidora, representante da marca Loucas e Lisas no Espírito Santo.

FAMÍLIA

Izabela Freire Vassen, Isadora  Freire Biccas,   Gabriel Freire, Rafael Freire Biccas  Luísa Freire
Izabela Freire Vassen,  Isadora Freire Biccas,  Gabriel Freire Dian,  Rafael Freire Biccas e Luísa Freire Dian: festa em família. Crédito: Mônica Zorzanelli

CASA NA PRAIA OU NO CAMPO JÁ É MAIS VIÁVEL

O sonho de comprar uma segunda moradia na praia ou no campo para os momentos de lazer ficou mais próximo com a Lei 13.777/18. Por meio dela é possível fazer a compra compartilhada com amigos ou familiares e dividir os custos, que sempre fizeram com que muita gente adiasse ou desistisse do sonho.

De acordo com o diretor de Registro de Imóveis do Sinoreg-ES, André Arruda, o trata-se de uma maneira moderna de se compartilhar imóveis, já consolidado em outros países. “A redução de custos, agora amparada pela segurança jurídica, é uma das maiores vantagens”, disse.

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.