ASSINE

Carnavalesco da Boa Vista perdeu a mãe uma semana antes do desfile

"Decidi desfilar porque foi um pedido dela, que eu continuasse em frente. Não foi fácil, mas é uma forma de homenageá-la, já que ela gostava muito de carnaval", comentou Robson Goulart

Publicado em 16/02/2020 às 03h26
Atualizado em 16/02/2020 às 09h25
Robson Goulart perdeu a mãe uma semana antes do desfile no Sambão do Povo. Crédito: Caique Verli
Robson Goulart perdeu a mãe uma semana antes do desfile no Sambão do Povo. Crédito: Caique Verli

Carnavalesco da Boa Vista, Robson Goulart perdeu a mãe uma semana antes do desfile no Sambão do Povo. Ela, que estava em tratamento contra um câncer, não resistiu à doença.

"Decidi desfilar porque foi um pedido dela, que eu continuasse em frente. Não foi fácil, mas é uma forma de homenageá-la, já que ela gostava muito de carnaval", comentou o carnavalesco na dispersão, em entrevista para A Gazeta.

Robson começou no carnaval ainda adolescente, era aderecista. Foi um amigo que o levou para trabalhar em uma escola de samba do Rio, se apaixonou e foi se aperfeiçoando.

Em seguida, em 1994, foi carnavalesco pela primeira em uma comissão de carnaval, na extinta escola Independente Cordovi.

BOA VISTA

A agremiação de Cariacica briga para manter o título de campeã do Grupo Especial. Ela apresentou um enredo sobre os músicos capixabas.

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.