ASSINE

Maia: Mandetta poderia estar ajudando muito mais

Em entrevista Maia disse que "Mandetta não está olhando 2022, vejo que ele está preocupado em ajudar"

Publicado em 02/06/2020 às 08h42
O presidente da Câmara, deputado Rodrigo Maia
O presidente da Câmara, deputado Rodrigo Maia. Crédito: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

O presidente da Câmara dos DeputadosRodrigo Maia (DEM-RJ), criticou nesta segunda-feira (1º), a decisão da Comissão Ética Pública da Presidência da República que impôs ao ex-ministro da Saúde Luiz Henrique Mandetta um período de quarentena remunerada de seis meses. Para Maia, a deliberação foi "exagerada".

"Mandetta poderia estar ajudando muito mais, não tem nenhuma informação confidencial que ele tenha. Mandetta não está olhando 2022, vejo que ele está preocupado em ajudar", disse Maia em entrevista ao jornalista Tales Faria, do UOL.

"Hoje eu acho que ele gostaria de estar podendo ajudar muito mais do que está ajudando em razão dessa restrição. Foi exagerada e desnecessária. Me pareceu uma decisão errada", completou o parlamentar sobre Mandetta, que também é do DEM.

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.