ASSINE

Lideranças do PT avaliam que ainda é cedo para comemorar vitória

Partido teme que haja uma "pegadinha" na decisão de Fachin, pela qual o processo é transferido para Brasília, mas não recomeça da estaca zero

Publicado em 08/03/2021 às 18h03
Partido dos Trabalhadores - PT
Partido dos Trabalhadores foi surpreendido com a decisão do ministro Edson Fachin. Crédito: PT/Divulgação

Embora o PT comemore a decisão do ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF), lideranças do partido avaliam que ainda é cedo para proclamar uma vitória indiscutível.

A prioridade a partir de agora é entender se a instrução relacionada aos casos em que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva foi condenado segue valendo.

Para um advogado ligado ao partido, deveria valer a teoria dos "frutos da árvore envenenada", ou seja, a decisão de Fachin invalida todo o processo.

Uma importante liderança do PT, contudo, acha que pode haver o risco de uma "pegadinha", pela qual o processo é transferido para Brasília, mas não recomeça da estaca zero.

Com isso, ainda haveria tempo para que Lula seja condenado em primeira e segunda instância até a eleição de 2022. Nesse caso, ficaria inelegível em razão da Lei da Ficha Limpa.

SURPRESA

A decisão de Fachin pegou o PT completamente de surpresa. Pela manhã, Lula reuniu-se com líderes do partido no Congresso, e a possibilidade de uma decisão judicial que o beneficiasse não foi nem cogitada.

O mais próximo que se discutiu do tema foi um abaixo-assinado com personalidades estrangeiras defendendo a suspeição do ex-juiz Sergio Moro. No restante do tema, tratou-se de outros temas políticos e da agenda do Congresso Nacional.

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.