ASSINE

Arthur Lira diz que Lula pode merecer absolvição, mas Moro, não

Líder do Centrão e presidente da Câmara dos Deputados, Lira é aliado de Bolsonaro e especulou sobre motivos da decisão que anulou condenações de Lula

Publicado em 08/03/2021 às 16h46
Arthur Lira, presidente da Câmara dos Deputados
Arthur Lira, presidente da Câmara dos Deputados. Crédito: Luis Macedo / Câmara dos Deputados

O presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), repercutiu, no Twitter, a decisão do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Edson Fachin de anular as condenações do ex-presidente Lula na Operação Lava Jato. Com a anulação, os habeas corpus impetrados pela defesa do ex-presidente petista perdem o objeto, como Fachin registrou na decisão.

Como consequência, o pedido para julgar o ex-ministro Sergio Moro, em que o STF definiria se Moro foi ou não parcial na condução da Lava Jato, deixa de existir formalmente. Assim, Moro não deve ter a conduta avaliada pela Corte.

Eleito com apoio do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) para comandar a Câmara, Lira questionou as motivações de Fachin para "absolver" o ex-presidente petista, que o presidente da Câmara diz que "pode até merecer" a decisão, mas alfinetou Moro:

A decisão é apenas de Fachin, ou seja, monocrática. Ela não vai, automaticamente, para análise do plenário do Supremo, mas isso pode ocorrer se houver recursos.

Fachin, ao contrário do que sugere Lira, no entanto, não absolveu o ex-presidente, entendeu apenas que não cabia ao juízo de Curitiba tratar do caso.

O PP, partido do presidente da Câmara, foi um dos principais alvos da Lava Jato.

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.