ASSINE

Freixo aciona MPF para investigar Michelle Bolsonaro por tráfico de influência

Nesta sexta-feira, a revista Crusoé divulgou uma matéria em que acusa a esposa do presidente de agir, pessoalmente, para favorecer empresas amigas e adeptas do bolsonarismo

Publicado em 01/10/2021 às 15h20
A primeira-dama Michelle Bolsonaro
A primeira-dama Michelle Bolsonaro. Crédito: Futura Press/Folhapress

Após denúncia que acusa a primeira-dama da República, Michelle Bolsonaro, de agir para favorecer empresas amigas e adeptas do bolsonarismo no auge da pandemia da Covid-19, o líder da Minoria na Câmara, Marcelo Freixo (PSB-RJ), anunciou que acionou o Ministério Público Federal (MPF) para que Michelle seja investigada por tráfico de influência.

"Acabo de acionar o MPF para que Michelle Bolsonaro seja investigada por tráfico de influência", declarou o parlamentar no Twitter nesta sexta-feira. "Michelle Bolsonaro interferiu na Caixa Econômica para que empresários bolsonaristas fossem favorecidos com empréstimos do governo. Vamos exigir investigação", afirmou em outra publicação.

Na manhã desta sexta-feira, 1, a revista Crusoé divulgou uma matéria em que acusa a esposa do presidente Jair Bolsonaro de agir, pessoalmente, para favorecer empresas amigas e adeptas do bolsonarismo na pandemia. De acordo com a reportagem, Michelle atuou para que apoiadores de seu marido fossem beneficiados no Programa Nacional de Apoio às Microempresas e Empresas de Pequeno Porte (Pronampe). Empréstimos foram liberados pela Caixa depois que ela falou com o presidente do banco, Pedro Guimarães, e enviou e-mails com lista de indicados.

O Estadão questionou o Palácio do Planalto sobre o assunto. Não houve resposta até a publicação deste texto.

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.