ASSINE

Brasil tem a 8ª maior taxa de letalidade de Covid-19 no mundo

O índice no Brasil tende a cair, segundo o Ministério da Saúde, porque o número de testes no País ainda é reduzido

Publicado em 04/04/2020 às 18h11
Atualizado em 04/04/2020 às 18h12
kit de diagnóstico para coronavírus
kit de diagnóstico para coronavírus. Crédito: Bernardo Portella/Fiocruz

O Brasil ocupa a 8ª maior taxa de letalidade do mundo, quando verificado o número de pessoas contaminadas por coronavírus e aquelas que vieram a óbito. Atualmente, o índice no Brasil está em 4,2%, enquanto nos Estados Unidos, que têm mais de 300 mil casos confirmados e 8.141 mortes, essa taxa é de 2,7%.

A Itália é o país com maior índice de letalidade: 12,3%, ou seja, de cada 100 pessoas contaminadas, 12 morreram. No Reino Unido, a letalidade é de 10,3%. A Espanha registra hoje 9,4% de índice de letalidade.

O índice no Brasil tende a cair, segundo o Ministério da Saúde, porque o número de testes no País ainda é reduzido. Com o aumento dos testes, crescerá o número de pessoas contaminadas, o que reduz o cálculo em relação às vítimas fatais da doença.

Em todo o mundo há, atualmente, 1,173 milhão de casos confirmados em todo o mundo. São 62,8 mil mortos. O Brasil ocupa o 16º lugar em número de casos e 14º em número de mortos.

O Ministério da Saúde informou neste sábado, 4, no seu último boletim epidemiológico, que o País está vivendo, "em alguns locais, a transmissão localizada para aceleração descontrolada". "Estados que implementaram medidas de distanciamento social ampliado devem manter essas medidas até que insumos e equipes de saúde permitam um distanciamento social seletivo", afirmou a pasta no documento.

A Gazeta integra o

Saiba mais
Brasil Coronavírus brasil Mundo

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.