ASSINE

Brasil registra 1.103 novas mortes por Covid-19 em 24h

Os dados sobre mortes e casos de Covid-19 são fruto de colaboração inédita entre veículos de imprensa

Publicado em 24/06/2020 às 20h26
virus, pathogen, infection
Com isso, o país chegou a 53.874 mortes. Crédito: pixabay/PIRO4D

O Brasil registrou 1.103 novas mortes por Covid-19 e 40.995 novos casos da doença nesta quarta-feira (24). Com isso, o país chegou a 53.874 mortes e 1.192.474 casos do novo coronavírus.

Os dados sobre mortes e casos de Covid-19 são fruto de colaboração inédita entre Folha de S.Paulo, O Estado de S. Paulo, Extra, O Globo, G1 e UOL para reunir e informar números sobre o novo coronavírus, que são coletados diretamente com as Secretarias de Saúde. O balanço é fechado diariamente às 20h.

Mais uma vez, São Paulo foi o estado com maior número de mortes, 284. Na terça (23), o estado, que já perdeu 13.352 vidas desde o início da pandemia e soma 238.822 infecções pelo Sars-CoV-2, havia batido o recorde de óbitos registrados em 24 horas, com 434 mortes.

Como também tem ocorrido, Rio de Janeiro foi o segundo estado com mais mortes, 142, seguido por Ceará, que registrou 87 óbitos.

Este vídeo pode te interessar

Pernambuco, com 86 mortes registradas na últimas 24 h, vem logo em seguida.

Segundo o boletim diário do Ministério da Saúde, foram confirmados 42.725 novos casos e 1.185 novas mortes pela Covid-19 no Brasil nesta quarta-feira (24).

O total de mortes no país, de acordo com os dados da pasta, já chega a 53.830 e o de casos do novo coronavírus a 1.188.631.

A iniciativa do consórcio de veículos de imprensa ocorre em resposta às atitudes do governo Jair Bolsonaro (sem partido), que ameaçou sonegar dados, atrasou boletins sobre a doença e tirou informações do ar, com a interrupção da divulgação dos totais de casos e mortes. Além disso, o governo divulgou dados conflitantes.

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.