ASSINE

Barroso diz que ataque hacker tentou derrubar sistema, mas foi neutralizado

Presidente do TSE afirmou que as medidas de prevenção contra ataques contribuíram para instabilidade no aplicativo e-Título

Publicado em 15/11/2020 às 18h27
O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Luí­s Roberto Barroso, durante entrevista coletiva.
O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Luí­s Roberto Barroso, durante entrevista coletiva. Crédito: Marcelo Camargo/Agência Brasil

O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), o ministro Luís Roberto Barroso, disse que as medidas tomadas pelo órgão para prevenir a invasão de ataques contribuíram para a instabilidade no aplicativo e-Título neste domingo (15).

Mesmo assim, houve uma tentativa de derrubada do sistema do tribunal neste domingo. Segundo o ministro, o ataque foi totalmente neutralizada pelo TSE com a ajuda de empresas de telefonia.

Segundo o ministro, a origem da investida teria sido provavelmente de fora do país e "com um grande volume de tentativas", mas não entrou em maiores detalhes.

Sobre a instabilidade do aplicativo do TSE, Barroso disse que, por conta da invasão da rede do Superior Tribunal de Justiça (STJ) na semana passada, o TSE resolveu desligar um de seus dois servidores da rede.

A medida, que era para reforçar a segurança do sistema do tribunal, acabou causando sobrecarga no servidor. Mais cedo, o ministro havia atribuído o problema à instalação do aplicativo das eleições aos eleitores "que deixaram para baixar em cima da hora".

"Obviamente, houve um subdimensionamento ou problema técnico, sobretudo causado pelo desligamento de um dos servidores, uma coisa que não queria que tivesse acontecido, mas ocorreu. Tivemos uma dificuldade e vamos consertar já para o segundo turno", disse.

Antes de reforçar a segurança, o TSE relatou que sofreu um ataque a dados pessoais de servidores, depois da invasão ao STJ. O caso ainda está sob investigação.

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.