ASSINE

Anvisa decide no domingo sobre aval para vacinas da Fiocruz e Butantan

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa)  marcou reunião de diretores para essa data, um dia antes do prazo final estipulado.

Publicado em 12/01/2021 às 18h51
Atualizado em 12/01/2021 às 19h24
O Instituto Butantan, ligado ao governo de São Paulo, anunciou nesta quinta-feira (7) a eficácia de 78% da vacina Coronavac contra o novo coronavírus (Covid-19)
O Instituto Butantan, ligado ao governo de São Paulo, anunciou nesta quinta-feira (7) a eficácia de 78% da vacina Coronavac contra o novo coronavírus (Covid-19). Crédito: Adriana Toffetti/A7Press/Folhapress

A Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) marcou para domingo (17) uma reunião dos diretores da agência para decidir sobre a autorização de uso emergencial de vacinas contra a Covid-19.

"Para tanto, faz-se necessária a entrega, em tempo hábil para análise, dos documentos faltantes e complementares", afirma a agência, em nota.

Atualmente, a agência analisa dois pedidos para esse aval. O primeiro foi feito pelo Instituto Butantan, que mantém uma parceria com a empresa chinesa Sinovac, e que vale para uso de 6 milhões de doses da vacina Coronavac que foram importadas da China.

Já o segundo pedido foi feito pela Fiocruz, que mantém uma parceria com a farmacêutica AstraZeneca e Universidade de Oxford. A fundação pede autorização para uso de 2 milhões de doses que devem ser importadas da Índia.

DIRETORIA

A diretoria da Anvisa é formada por cinco diretores, sendo o médico e contra-almirante Antonio Barra Torres o presidente do órgão. A data da reunião será no penúltimo dia de prazo estimado pela própria agência para análise dos pedidos.

Segundo painel disponibilizado no site da Anvisa, o Instituto Butantan ainda não apresentou 5,47% dos documentos exigidos para o uso emergencial da Coronavac. Outros 37,64% da documentação ainda estão "pendente de complementação". Já 16,19% estão em análise e 40,7% dos documentos tiveram a avaliação concluída.

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.