ASSINE

Conselhos e ditos populares ajudam a manter o equilíbrio na quarentena

Segundo a psicóloga e comentarista da CBN Vitória, Adriana Müller, o autoconhecimento é uma das vantagens da quarentena. Em época de incertezas, temos oportunidade de refletir por meio de ditos populares e conselhos de familiares

Publicado em 07/04/2020 às 16h55
Atualizado em 07/04/2020 às 17h43
Mulher sentindo liberdade: reflexões sobre a pandemia de coronavírus
"Uma das grande vantagens do isolamento social é que a gente pode voltar pra si mesmo", afirmou a comentarista. Crédito: Freepik

Em um cenário de pandemia do novo coronavírus (Covid-19), situação em que recomenda-se evitar ao máximo o contato social, o tempo pode ser destinado ao autoconhecimento. Seja trabalhando no formato de home office, tirando férias ou qualquer outra forma de evitar aglomerações, as recomendações da Organização Mundial da Saúde e do Ministério da Saúde são em função do distanciamento social por tempo indeterminado.

Nesta época, sabedorias passadas por gerações, ditos populares e até parábolas bíblicas começam a se conectar ainda mais com a realidade da população, com alguma "força de caráter" que colabora para um avanço. A explicação foi feita pela comentarista Adriana Müller, em entrevista ao jornalista Fábio Botacin, no quadro CBN e a Família, da Rádio CBN Vitória nesta terça-feira (7).

Segundo a psicóloga e comentarista, apesar da época de incertezas, podemos tirar proveito da quarentena, já que o momento é propício ao cuidado pessoal e para pensar no que é ouvido, mas não refletido durante muito tempo.

"Uma das grande vantagens do isolamento social é que a gente pode voltar pra si mesmo, notar o que realmente importa em nossa vida, o que tem valor. Espero que isso fique bem marcado e que possamos levar adiante quando a quarentena passar, porque vai passar", comentou.

Ainda de acordo com Adriana, os conselhos e frases de familiares voltam à tona e se conectam, ajudando a manter o equilíbrio.

"Quando enfrentamos desafios, os conselhos de pessoas queridas podem vir na nossa mente, podem nos fortalecer, ajudando a manter o equilíbrio. Isso acontece durante a pandemia da Covid-19, um cenário de incertezas. Nesse momento, lembrar dos conselhos pode trazer alívio ", detalhou a comentarista.

Adriana ainda ressaltou a importância de se prestar atenção aos ensinamentos que podem fazer diferença neste momento e podem trazer lembranças de pessoas.

"Quando nos lembramos dessa frases e conselhos, a gente quase consegue ouvir a voz daquela pessoa querida, o que nos fortalece. É importante prestarmos atenção no que foi passado pra gente durante nossa criação. Podem servir como boias salva vidas durante a turbulência", finalizou.

A psicóloga e comentarista semanal da Rádio CBN Vitória listou, com a ajuda dos ouvintes, alguns ditos que orientam pessoas em época de incertezas. Veja alguns:

  1. 01

    "Devagar se vai ao longe"

    Como explicou Adriana, o dito "se conecta muito com a persistência, habilidade ou força que precisamos desenvolver neste momento".

  2. 02

    "As aparências enganam"

    "Diante de noticias duvidosas, que se parecem verdadeiras, mas não são, a frase é adequada. Também se conecta à prudência", comentou a psicóloga.

  3. 03

    "É dando que se recebe"

    "Se conecta muito com a solidariedade, que está presente hoje em dia", afirmou Adriana Müller.                     

  4. 04

    "Deus escreve certo por linhas tortas"

    Segundo detalhou a psicóloga, a frase possui um entendimento de uma "conexão com a fé, esperança, uma certeza que estamos sendo cuidados".

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.