ASSINE

Mecha frontal: trend dos anos 90 volta a fazer sucesso

Hit entre as celebridades, o estilo deve fazer a cabeça de muita gente no próximo verão

Publicado em 21/10/2020 às 18h57
Famosas que aderiram à mecha frontal
Famosas que aderiram à mecha frontal. Crédito: Reprodução Instagram

Você já deve ter notado que a mecha frontal está ressurgindo e conquistando cada vez mais adeptas. Celebridades como Anitta e Cléo Pires já exibiram fotos nas redes sociais com o estilo que, ao que tudo indica, veio pra ficar. Além de ser fácil de aderir, a tendência é uma ótima opção para iluminar o rosto e garante um visual ousado e cheio de personalidade.

O cabeleireiro Lúcio Alvim, WA Studio, atua na área há cerca de 20 anos e conta que, apesar de a tendência já ter sido vista antes, a adesão está sendo muito forte atualmente e deve “fazer a cabeça” de muita gente na próxima estação. “As mechas frontais já foram hit nos anos 90, mas para o verão 2021 essa tendência volta com tudo. Tenho clientes que já estão antecipando e aderindo à moda”, diz.

A empresária e estudante Marry Alves já era adepta das mechas antes mesmo da trend estourar entre as celebs. Ela já descolore os fios neste estilo há cerca de um ano. “Eu sempre olhei muitos penteados e modelos no Pinterest e acabei me inspirando numa foto de lá e decidir fazer”, conta.

No começo, ela tentou fazer em casa mesmo, mas não obteve sucesso e recorreu à ajuda profissional, o que é sempre o recomendado. Não deu muito certo, estragou meu cabelo e eu tive que correr pra consertar tudo. Graças ao profissional que me atendeu, minhas mechas ficaram mais brancas que a neve e pude arrasar estilo “ vampira””, conta.

Outra vantagem que convenceu a estudante a investir no look, foi a facilidade de mudar o visual. “Com os fios nessa tonalidade, fica bem mais fácil investir em customizações em cores-fantasia, como azul, rosa ou verde. Assim, quando a gente enjoa de um tom, pode partir para outro sem grandes esforços. Afinal são mechas pequenas, o que poupa bastante tempo e trabalho”, pontua Marry.

Marry Alves; mecha frontal
Marry Alves usa mechas frontais há um ano. Crédito: Arquivo pessoal

ESTILOS E CUIDADOS

Lúcio Alvim

Cabeleireiro

"Os cuidados devem ser redobrados, porque foi feita uma descoloração, então é  preciso hidratar sempre"

Não há regras quanto ao tom da mecha ou até mesmo o tamanho dela, a escolha fica por conta da pessoa e do profissional, que pode orientar a cliente sobre qual é o estilo mais adequado para o seu tipo rosto, cabelo e tom de pele. Além disso, vale levar uma referência também

“A espessura e a tonalidade vai de acordo com o desejo e o gosto de cada uma. Existem meninas que gostam mais largas, outras preferem dar apenas um iluminado para o rosto e aí as mechas mais finas são as mais indicadas”, afirma Lúcio.

O profissional responsável deve fazer uma avaliação e um teste de mecha antes, mas, mesmo com estes cuidados, é preciso dar uma atenção maior às madeixas depois de descoloridas. Isso porque a química da tintura pode danificar os fios caso não sejam tomados os cuidados adequados. “Gosto sempre de lembrar que os cuidados devem ser redobrados, porque foi feita uma descoloração, então hidratar sempre, usar máscaras de nutrição ajudam a manter os fios saudáveis”, orienta o profissional.

A Gazeta integra o

Saiba mais
Fique bem Beleza Moda

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.