ASSINE

As plantas ideais para cantinhos com pouca luz no apartamento

As plantas precisam de calor, claridade solar e adubação para ficarem bonitas e fortes. Especialistas mostram espécies que se adaptaram a ambientes com menos incidência de luminosidade

Publicado em 19/10/2020 às 16h16
Planta em casa
Plantas de folhagens maiores e tons de verde mais escuro se adaptam melhor a ambientes menos iluminados. Crédito: Pinterest

Você já deve ter escutado a expressão urban jungle. A tendência consiste em encher a casa ou apartamento com plantas de todos os tipos, compensando a falta do verde no caos urbano das metrópoles. Essa moda virou febre, mas o problema é que nem sempre a localização da residência conta com a luz solar ideal. E aí, o que fazer?

O designer floral Marcelo Ceciliano, da Ananás Natureza, explica que o maior desafio de ter plantas em apartamento é o ambiente não ter a incidência de luz solar adequada. "O ideal é optar por modelos que não precisem de luz solar direta e de poucos cuidados. As chamadas plantas de sombra ou meia-sombra são ideais para os cantos mais afastados das janelas como ao lado do sofá, quinas, corredores, banheiros ou áreas de serviço. Porém pouca luz não significa luz nenhuma. As plantas precisam do calor e da claridade solar e também de adubação para ficarem bonitas e fortes, afinal esses são seus alimentos".

Marcelo Ceciliano

Designer floral

"As chamadas plantas de sombra ou meia-sombra são ideais para os cantos mais afastados das janelas como ao lado do sofá, quinas, corredores, banheiros ou áreas de serviço"

O profissional explica que na hora de escolher essas plantas é importante pensar em como elas vivem na natureza. "As orquídeas, por exemplo, vivem em troncos de árvores, por isso estão acostumadas à luz indireta".

ENTRADA DE LUZ

Ramon Cossuol, que é jardinista e consultor paisagístico, conta que as plantas produzem seu próprio alimento através da fotossíntese. Elas utilizam água, sais minerais e luz para produzir a energia necessária para sua sobrevivência. Por isso, sem luz, esse processo não acontece e a planta morre. "A partir disso sabemos que não há a possibilidade de ter plantas saudáveis em ambientes escuros. Mas existem algumas espécies que se adaptaram a sobreviver em ambientes com menos incidência de luminosidade. Uma dica é calcular uma distância de no máximo 4 metros de uma entrada de luz natural, como uma janela ou porta. Quanto mais próximo da incidência de luz, melhor", diz.

Ramon Cossuol

Jardinista

"Uma dica é calcular uma distância de no máximo 4 metros de uma entrada de luz natural, como uma janela ou porta"

O jardinista explica que as plantas de folhagens maiores e tons verde mais escuro são as que têm maior capacidade de captar luminosidade e se adaptam melhor a ambientes menos iluminados. "Existem plantas que necessitam de rega todos os dias e outras que precisam ser regadas a cada 15 dias, por exemplo. É preciso se informar sobre a necessidade de cada uma e escolher a que mais se encaixa em sua rotina".

São inúmeras as espécies que podem ficar dentro do ambiente com pouca luz, como bambu da sorte, lírio-da-paz, antúrio, orquídea, jiboia, violeta, palmeira rafia, aglaonemas, zamioculcas, entre outras.

RODÍZIO

Marcelo explica que também é necessário fazer o rodízio das espécies no espaço até encontrar o lugar que ela se adapte melhor. "Muitas vezes colocamos a planta em locais por uma escolha estética, mas não necessariamente aquele é o melhor lugar para ela. Trocar a plantinha de lugar pode fazer você descobrir um local onde ela se desenvolve melhor. As flores, de forma geral, gostam de sol. Em época de floração é indicado colocá-las num local mais iluminado, mas lembrando sempre de conhecer as particularidades de cada espécie", finaliza.

VEJA ALGUMAS PLANTAS QUE NÃO PRECISAM DE LUZ DIRETA, SÃO RESISTENTES E VERSÁTEIS 

  1. A Gazeta - fe0ftp8m
    01

    Zamioculcas.

    Linda, de folhagens volumosas e brilhantes, vive bem em ambientes com menos incidência de luz, exige pouca rega, cerca de 2 a 3 vezes por mês.

  2. A Gazeta - f033uhd
    02

    Bambu da sorte.

    Pode ser cultivado em substrato ou água, tem um efeito ornamental, se plantado deve ser regado sempre que o substrato (local onde a planta é cultivada) secar. Se cultivado em água, deve-se trocar a água do recipiente 1 vez por semana para evitar proliferação de mosquitos.

  3. A Gazeta - qpmloqzuxm
    03

    Lírio-da-paz.

    Tem folhagens lindas, produz flores brancas e ajuda a melhorar a qualidade do ar. É uma planta que ama água e deve ser regada sempre que o substrato estiver seco, mantendo sempre úmido.

  4. A Gazeta - 7juus6hn
    04

    Philodendron pacová.

    Folhagem elegante e ornamental, de fácil cultivo, faz reserva de água e suporta bem um período de viagem sem rega. Deve-se esperar o substrato secar para regar novamente.

  5. A Gazeta - t7ia2w7
    05

    Anthurium.

    Para os apaixonados por flores é uma ótima escolha. Uma das poucas plantas de sombra que possuem flores coloridas, que são ornamentais e duráveis. Além de ser uma planta de fácil cultivo, deve ser regada sempre que o substrato secar, mantendo umidade.

Fonte: Ramon Cossuol

decoracao

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.