ASSINE

Plantas em casa: conheça os principais erros que podem prejudicá-las

O comentarista da Rádio CBN Vitória, Marco Bravo, traz instruções para os novos “pais de plantas” manterem o jardim mais verde e bonito

Vitória / Rede Gazeta
Publicado em 28/04/2021 às 16h18
Mulher cuidando de plantas
Plantas exigem alguns cuidados. Crédito: Freepik

Com o isolamento social em função da pandemia do novo coronavírus, muitas pessoas passaram a se dedicar à jardinagem visando os benefícios que as plantas proporcionam ao ambiente e à saúde mental. O interesse fez o setor de plantas e flores ter um crescimento de 10% no faturamento em 2020, segundo o Instituto Brasileiro de Floricultura. Falando sobre o tema, o comentarista da rádio CBN Vitória, Marco Bravo, traz instruções para os novos “pais de plantas” manterem o seu jardim mais verde e bonito.

Segundo Marco Bravo, é necessário procurar observar em qual ambiente a planta estava no momento de sua compra ou aquisição. “As plantas, assim como o homem, passam por momento de adaptação ao serem inseridas em novos locais. Se você compra uma muda que estava em um ambiente com pouca iluminação e a coloca direto no sol, as folhas podem queimar”, destaca o biólogo, professor e mestre em Gestão Ambiental.

Outros fenômenos da natureza que, para os seres humanos passam muitas vezes despercebidos, podem ser perigosos para esses seres vivos. “Muitas pessoas não percebem, mas só o trajeto da floricultura para casa já é arriscado para as plantas, o vento de uma carroceria do veículo batendo com grande intensidade nas folhas pode causar estragos”, acrescenta Bravo, que listou a seguir alguns cuidados.

CUIDADOS COM AS PLANTAS: O QUE NÃO FAZER

  1. 01

    Falta ou o excesso de sol

    Segundo o especialista, as plantas de folhas claras precisam de mais luz solar, já as plantas com folhagem mais escura não precisam tanto da luz, por isso não necessitam ter o contato direto com o sol. Uma dica: se for difícil ler algo no local sem luz, o ambiente não é propício paras plantas.

  2. 02

    Não matar a planta de sede ou afogá-la

    As plantas – inclusive as suculentas – podem morrer de sede, mas elas também podem se afogar quando regadas em excesso. Não existe uma fórmula mágica única, é preciso pesquisar sobre as necessidades de cada espécie.  Assim como é necessário ficar atento ao "sistema de drenagem" dos vasos. 

  3. 03

    Evitar misturar plantas muito diferentes

    Ao misturar duas espécies de plantas muito diferentes em um mesmo vaso ou com grande proximidade na terra, uma pode "competir a sua sobrevivência" com a outra. O especialista destaca ser importante pesquisar as especificidades de cada espécie antes de fazer a montagem.

  4. 04

    Cuidado com a corrente de ar

    Muitas pessoas não sabem, mas o excesso de vento também é prejudicial às plantas, quando em excesso. 

O especialista também ressalta que, mesmo em vasos, as plantas precisam de nutrientes que são fornecidos através de adubos para crescer e ficarem com suas folhas mais bonitas.  "É preciso ficar atento a quantidade indicada na embalagem, pois adubo demais faz a planta secar, pois, são liberados sais que vão afetarão a terra", conclui. 

A Gazeta integra o

Saiba mais
Meio Ambiente cbn cotidiano Pandemia Plantar É Viver

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.