ASSINE

Seleção brasileira de vôlei derrota República Dominicana em jogo de cinco sets

Na estreia o time brasileiro havia vencido a Coreia do Sul. Agora pela terceira rodada do Grupo A, a seleção pega o Japão nesta quinta-feira (29), às 7h40 (de Brasília)

Publicado em 27/07/2021 às 10h35
Vôlei
Com Feranda Garay anotado 25 pontos, o Brasil venceu a República Dominicana pela segunda rodada do vôlei feminino. Crédito: VolleyballWorld/Divulgação

A República Dominicana dificultou a vida do Brasil, mas não o suficiente para neutralizar Fernanda Garay. Com boa atuação da ponteira, a seleção venceu, de virada, as dominicanas por 3 sets a 2 (22/25, 25/17, 25/13, 25/13, 23/25 e 15/12) na manhã desta terça-feira (27), na Ariake Arena, no segundo jogo do torneio feminino de vôlei das Olimpíadas de Tóquio.

Na estreia o time brasileiro havia vencido a Coreia do Sul. Agora pela terceira rodada do Grupo A, a seleção pega o Japão nesta quinta-feira (29), às 7h40 (de Brasília).

As dominicanas, do técnico brasileiro Marcos Kwiek, abriram a contagem com golpe de Gonzalez, e Fernanda Garay fez o primeiro ponto do Brasil. No entanto, a equipe verde e amarela demorou para engrenar na partida, enquanto que a central Jineiry a oposto Martinez e Gonzalez abriram uma vantagem de 5 a 1.

Com menos de três minutos, José Roberto Guimarães pediu tempo. Na volta, com Fernanda Garay e Carol Gattaz, que completou 40 anos nesta terça, o Brasil encurtou a distância no placar, e o duelo ficou mais equilibrado - com as dominicanas sempre à frente, com um ou dois pontos de diferença.

Este vídeo pode te interessar

No segundo set foi o time de Zé Roberto quem dava as cartas, principalmente com as ponteiras Gabi e Fernanda Garay. Essa última só não fez baixar a temperatura na noite quente de verão em Tóquio, mas conduziu o Brasil ao empate com direito a ace e, com um toque sútil por cima do bloqueio, marcou o 25º ponto.

A seleção estava mais solta e precisou de apenas 23 minutos para garantir a terceira parcial em 25 a 13.

Essa superioridade do Brasil, aliada ao nervosismo das dominicanas, deu a impressão de que a segunda vitória, em Tóquio, estava próxima. Brayelin Martinez, no bloqueio, dissipou qualquer euforia logo no começo. Fernanda Garay apareceu para empatar duas vezes [18 a 18 e, depois, 20 a 20]. Gabi chegou a garantir o match point, e Kwiek pediu à revisão da jogada por meio do vídeo, o que comprovou que a bola da brasileira foi direto para fora. A central Eve bloqueou tentativa de Carol, e a decisão foi para o quinto set. No tie-break, o time verde e amarelo fez 15 a 12.

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.