ASSINE

Trump critica regras da FDA sobre vacina contra Covid-19: "golpe político", diz

Em publicação, Trump disse que "as novas regras da FDA tornam mais difícil para eles acelerar a aprovação de vacinas antes do dia da eleição"

Publicado em 07/10/2020 às 10h19
fonte familiarizada com a saúde de Donald Trump disse a jornalistas que a condição do presidente dos EUA é crítica
Donald Trump criticou os novos critérios da Administração de Alimentos e Medicamentos. Crédito: Reuters/Folhapress

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, criticou os novos critérios da Administração de Alimentos e Medicamentos (FDA, na sigla em inglês) para avaliar se uma potencial vacina contra a Covid-19 deve ser amplamente distribuída, divulgados nesta terça-feira (6) pela agência. "As novas regras da FDA tornam mais difícil para eles acelerar a aprovação de vacinas antes do dia da eleição", escreveu o republicano em sua conta oficial do Twitter, fazendo referência ao pleito presidencial de 3 de novembro, em que concorre à reeleição. "Apenas mais um trabalho de golpe político!", declarou Trump.

De acordo com a Dow Jones Newswires, a Casa Branca endossou a mudança nos critérios depois de autoridades do governo americano terem expressado oposição ao plano por duas semanas, principalmente porque ele exige um período de observação de dois meses para ver se as pessoas que tomaram a vacina sofreram efeitos colaterais negativos.

Esse período de espera de dois meses torna quase certo que nenhuma vacina poderá ser aprovada para uso nos EUA antes da eleição presidencial de 3 de novembro, uma meta que Trump almejava. A FDA, entretanto, estava preparada para seguir suas diretrizes mesmo sem a aprovação da Casa Branca.

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.