ASSINE

OMS espera que novo coronavírus acabe em menos de 2 anos

O chefe da Organização Mundial da Saúde, Tedros Adhanom Ghebreyesus, fez uma comparação da pandemia com a  gripe espanhola, que surgiu em 1918

Publicado em 22/08/2020 às 17h33
Isolamento social durante a pandemia de coronavirus
Isolamento social durante a pandemia de coronavirus. Crédito: Freepik/Divulgação

A Organização Mundial da Saúde (OMS) espera que a crise do novo coronavírus possa acabar em menos de dois anos, afirmou, em Genebra, o chefe da OMS, Tedros Adhanom Ghebreyesus.

A gripe espanhola, que surgiu em 1918, levou dois anos para terminar, disse ele. Essa gripe matou mais de 50 milhões de pessoas em todo o planeta.

"Na nossa situação, agora com mais tecnologia, claro que com mais conectividade, o vírus tem mais chance de se difundir, pode se propagar rápido”, disse.

"Ao mesmo tempo, temos a tecnologia e o conhecimento para impedir isso", observou.

Mais de 22,81 milhões de pessoas foram infectadas pela covid-19 em todo o mundo, e 793.382 morreram, de acordo com uma contagem da agência de notícias Reuters.

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.