ASSINE

Johnson & Johnson antecipa testes de vacina contra a Covid-19

Segundo a companhia, especializada na produção de farmacêuticos, utensílios médicos e produtos pessoais de higiene, os testes serão feitos nos Estados Unidos e na Bélgica

Publicado em 10/06/2020 às 15h29
Laboratórios farmacêuticos temem ficar sem estoque de insumos utilizados na fabricação de medicamentos
A companhia já afirmou que terá capacidade de produzir mais de um bilhão de doses já em 2021. Crédito: Pixabay

A Johnson & Johnson anunciou nesta quarta-feira, 10, que vai começar uma nova fase de testes da vacina contra a Covid-19 que está desenvolvendo. Os testes serão feitos a partir da segunda quinzena de julho, mais cedo do que o planejado inicialmente, e vai focar na evolução da resposta imunológica dos pacientes. O estudo envolve 1.045 adultos saudáveis, a partir dos 18 anos de idade.

Segundo a companhia, os testes serão feitos nos Estados Unidos e na Bélgica. Se tudo correr bem e a vacina se provar segura e efetiva, a Johnson & Johnson já afirmou que terá capacidade de produzir mais de um bilhão de doses já em 2021.

Este vídeo pode te interessar

A Gazeta integra o

Saiba mais
Coronavírus Mundo Campanha de vacinação Pandemia

Notou alguma informação incorreta no conteúdo de A Gazeta? Nos ajude a corrigir o mais rápido possível! Clique no botão ao lado e envie sua mensagem.

Envie sua sugestão, comentário ou crítica diretamente aos editores de A Gazeta.

Logo AG Modal Cookies

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.