ASSINE

FDA revoga autorização para uso emergencial de hidroxicloroquina nos EUA

A agência determinou que "é improvável que a CQ e a HCQ sejam eficazes no tratamento a Covid-19 para os usos autorizados nos EUA"

Publicado em 15/06/2020 às 14h27
Atualizado em 15/06/2020 às 14h30
Nenhum estudo científico sobre cloroquina comprovou eficácia da droga contra a Covid-19
Nenhum estudo científico sobre cloroquina comprovou eficácia da droga contra a Covid-19. Crédito: freepik.com

A agência de controle de drogas dos Estados Unidos, a FDA, revocou nesta segunda-feira, 15, a autorização de uso emergencial de cloroquina (CQ) e hidroxicloroquina (HCQ) para pacientes com Covid-19.

A agência determinou que "é improvável que a CQ e a HCQ sejam eficazes no tratamento a covid-19 para os usos autorizados nos EUA". O órgão afirmou que "à luz dos eventos adversos cardíacos graves e outros efeitos colaterais graves, os benefícios conhecidos e potenciais de CQ e HCQ não superam mais os riscos conhecidos e potenciais para o uso autorizado".

A autorização tinha sido dada em 28 de março, quando, de acordo com a agência, as evidências científicas permitiam concluir que havia benefícios.

A Gazeta integra o

Saiba mais
Estados Unidos Saúde estados unidos Mundo Cloroquina

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.