ASSINE

Com medidas de prevenção, Nova Zelândia contém vírus

Até este sábado (11), o país registrou apenas quatro mortes  e cerca de mil casos confirmados de covid-19

Publicado em 11/04/2020 às 16h31
Coronavírus - Covid19
Coronavírus - Covid19 . Crédito: Pete Linforth/Pixabay

Com medidas rígidas de confinamento impostas antes de uma explosão no número de casos, o governo da Nova Zelândia tem conseguido conter a pandemia de coronavírus no país.

No final de março, a primeira-ministra Jacinda Ardern colocou o país inteiro em uma quarentena preventiva de quatro semanas –ainda faltam duas. Segundo ela, a decisão foi tomada porque a Nova Zelândia queria eliminar o vírus e não apenas conter sua disseminação.

Com isso, os neozelandeses só podem deixar suas casas para se exercitarem, comprarem alimentos ou remédios ou irem trabalhar (apenas para quem atua em setores essenciais).

As medidas têm sido elogiadas por conseguirem conter a propagação do vírus. Até este sábado (11), o país registrou apenas quatro mortes – todas de idosos – e cerca de mil casos confirmados de covid-19.

Ardern já avisou que, independentemente do sucesso das medidas, a quarentena será mantida pelo menos até o final de abril.

Este vídeo pode te interessar

A Gazeta integra o

Saiba mais
Coronavírus Covid-19 Mundo Isolamento social

Notou alguma informação incorreta no conteúdo de A Gazeta? Nos ajude a corrigir o mais rápido possível! Clique no botão ao lado e envie sua mensagem.

Envie sua sugestão, comentário ou crítica diretamente aos editores de A Gazeta.

Logo AG Modal Cookies

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.