ASSINE

Saiba como criar um jardim vertical ideal para espaços pequenos

Confira dicas de como manter uma área verde em ambientes compactos dentro de casa e quais as melhores espécies de plantas para decorar

Vitória
Publicado em 30/04/2021 às 16h39
Jardim vertical - Imóveis
Criar um jardim vertical deixa o ambiente mais aconchegante e charmoso. Crédito: Weerayut/ Adobe Stock

Com o avanço na construção de prédios, os espaços verdes nas cidades estão reduzindo cada vez mais. Algumas ideias no mundo do paisagismo, no entanto, cada vez mais se adequam a este formato de moradia. Espaços menores, dentro de casa ou do apartamento,  podem ganhar um pedaço da natureza, os chamados jardins verticais. Esse tipo de proposta vem sendo aplicada como forma de deixar os lares mais aconchegantes e harmônicos.

O jardim vertical traz praticidade e vantagens para quem tem espaços pequenos, podendo ser adaptado a diversos cantinhos casa. “O jardim vertical pode ser usado em qualquer ambiente, como, banheiro, quarto ou sala. Vai depender da funcionalidade do jardim neste espaço e da manutenção que ele necessita. Exemplo, se o ambiente não tem uma boa luminosidade, as plantas naturais não irão suportar o espaço interno, neste caso podemos substituir por plantas artificiais”, destaca a arquiteta e designer de interiores  Fernanda Cecotti.

Apesar da flexibilidade do jardim vertical, as plantas precisam estar adaptadas de forma correta e segura, principalmente quando são naturais. Fernanda acrescenta que há um custo maior na montagem desse tipo de jardim, porém a vida útil dele é maior. “Antes da montagem do jardim vertical que terá plantas naturais, é necessário a manutenção de limpeza da parede para receber a estrutura específica que o morador deseja construir, é um investimento a longo prazo”, pontua.

Veja 3 dicas importantes da arquiteta, antes de instalar o jardim vertical:

  1. 01

    Jardim permanente

    O jardim permanente pode ser instalado em qualquer ambiente da casa, pois é composto por plantas artificiais. A manutenção ou limpeza deve ser realizada com produtos neutros e panos úmidos, evitando acúmulo de poeira. Neste tipo de jardim, a designer pontua que não é necessário a troca de plantas periodicamente.

  2. 02

    Jardim natural

    As plantas precisam de um cuidado diário. É preciso pensar nas espécies específicas conforme a insolação, o vento e o local em que esse jardim será inserido dentro da residência. Você deve conhecer a localização, para que o jardim sempre esteja com um aspecto positivo e bonito.

  3. 03

    Sistema de irrigação

    Para fazer o jardim natural vertical, além de comprar as plantas adequadas, é necessário adquirir um sistema de irrigação. Esse sistema de irrigação deverá estar adaptado com as jardineiras específicas que serão viáveis para a manutenção das suas plantas. Já é possível adquirir vasos com este sistema automático.

PLANTAS MAIS INDICADAS

O jardim vertical possibilita o uso de diversas espécies de plantas, mas é importante destacar que a iluminação interfere na hora de escolhê-las, é o que pontua o engenheiro agrônomo e paisagista José Antônio Bissoli. “Sendo vertical, ele permite diversas espécies. Algumas plantas se adaptam aos ambientes com muita luz, desde que não haja incidência de sol, como columeias, as samambaias e filodendros. Agora, tem espécies como aspargos alfinetes, aspargos reais e diversas variedades de bromélias que se adequam ao ambiente com sol”, explica.

Horta em casa é uma boa opção para a quarentena
Mini-horta é uma opção para otimizar os espaços no apartamento e ainda decorar. Crédito: Divulgação/ Pixabay

Com a elaboração de um jardim suspenso é possível também a criação de uma mini-horta. “Muitas pessoas, hoje, buscam praticidade e com o jardim vertical isso é possível. Dentro da sua casa você pode construir uma mini-horta, plantando espécies comestíveis como salsa, manjericão e alecrim. Além de ser saudável, você cria um espaço de natureza”, acrescenta.

Para quem não tem o hábito de jardinagem, é imprescindível procurar um profissional especializado para realizar a instalação  e a  manutenção desse espaço verde. “É possível construir o jardim de diversas formas, com pallets, caixas de madeiras, mas é sempre bom ter um acompanhamento técnico para que o jardim não se destrua”, explicou o engenheiro.

A Gazeta integra o

Saiba mais
arquitetura decoracao imóveis

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.