ASSINE

Leitores criticam abandono da casa de Roberto Carlos no ES

Fechado por conta da pandemia, espaço que funciona como um museu está tomado pelo mato e com muita sujeira no entorno

Publicado em 23/07/2020 às 11h26
Atualizado em 23/07/2020 às 12h26
Casa de Cultura Roberto Carlos em 2019, durante visita do filho do cantor, Dudu Braga
Casa de Cultura Roberto Carlos em 2019, durante visita do filho do cantor, Dudu Braga. Crédito: Márcia Leal/ PMCI

A Casa de Cultura Roberto Carlos, em Cachoeiro de Itapemirim, está abandonada. Fechada por conta da pandemia do novo coronavírus, o espaço que funciona como um museu sobre os primeiros anos da vida do cantor, está tomado pelo mato e com muita sujeira no entorno. 

O flagrante em vídeo foi feito pelo morador Herval Henrique Junior, que trabalha próximo ao imóvel. “A casa de cultura de Roberto Carlos está abandonada. O mato está tomando conta e está virando um esconderijo para assaltante e usuário de drogas. Os usuários de drogas estão invadindo o local, sem falar no mau cheiro na escadaria”, conta o morador.

O imóvel é gerido pela Prefeitura de Cachoeiro de Itapemirim, que investiu mais de R$ 800 mil em obras de revitalização. O espaço preserva a arquitetura original e apresenta uma parte da história de Roberto Carlos, com fotos, discos e instrumentos musicais. O cantor visitou o espaço em 2009, quando veio ao Espírito Santo para o show de 50 anos de carreira. 

Nas redes sociais, os leitores de A Gazeta lamentaram o abandono e criticaram também a postura do astro da MPB, indicando que ele não possui qualquer vínculo com a cidade em que nasceu e onde morou até os 13 anos. Alguns sugeriram que a casa deveria ser utilizada para outros fins, enquanto outros defendem a manutenção do museu. Confira alguns comentários:

Está abandonada? Mais que certo. Ele abandonou a cidade. Nem na enchente deu sinal de fumaça. Faz uma creche no lugar que ganha mais. (Alê Bernardo)

Oportunidade boa de montar um pub estilo inglês com música de qualidade, boa cerveja e boa comida e ainda ganhar dinheiro à custa da fama. Está faltando visão. (Henrique Silva)

Cadê o prefeito de Cachoeiro para assumir como patrimônio histórico? Cadê os políticos desta cidade? Sumiram? (Matusalem Cardoso)

Se ele não se preocupa com sua história, não sou eu que vou me preocupar! Ele ignora nosso Estado. (Cassio Soave)

Rapaz, esse bicho nem lembra da cidade. Taca fogo nessa casa e constrói alguma coisa produtiva para a cidade. (Deneilton Souza)

Pelas informações, demonstra que o dono do imóvel não tem afinidade. O ideal seria ele doar para alguém que realmente precisa, uma ONG, um espaço para cursos, oficinas… (Maria da Conceição Rosalem)

Ele devia mesmo é doar para quem precisa ao invés de cultivar algo a que nem dá importância. (Magaly Silva)

Não sei para que ficar homenageando um cara que está se lixando para o nosso Estado! (Barros Barros)

Gostando ou não gostando, precisava ser mantida. Nosso país já definha em cultura, aí é dar pano pra manga. Há pessoas que visitam, sim. Só em respeito a esses visitantes! (João Luiz Simões Araujo)

E ainda o ministro da Economia recomendou fazer turismo em Cachoeiro de Itapemirim! Bora lá!! (Edvaldo Pratti)

Até parece que uma pessoa que mora em uma mansão vai lembrar que existe um casebre em Cachoeiro. (Francisca Cruz)

Fez um show anos atrás em Cachoeiro porque foi cobrado pela mídia. Mora na Urca, no RJ, e está pouco ligando para Cachoeiro. (Gabriel Cyprestes)

Mas o Roberto Carlos fez uma música contando a vida dele em Cachoeiro, cujo título é “Meu Pequeno Cachoeiro”. (Jorlan Castro)

Jorlan Castro, tem quanto tempo isso? Me lembro que na ocasião da enchente um senhor nascido em Cachoeiro e agora morando fora doou milhares para os desabrigados. Roberto Carlos doou o quê? (Kelsia Sátiro de Souza)

Faça uma indicação ao prefeito Victor Coelho... Afinal esse ponto turístico faz com que o Brasil inteiro visite Cachoeiro. (Lucas Déles)

Ele que tem que restaurar. Nunca divulgou o Estado para lugar nenhum. (Daniel da Silva Junior)

É só dar a casa para mim, que preciso tanto, que não vai ficar abandonada. (Rita Rodrigues)

Cachoeiro de Itapemirim Espírito Santo Cultura espírito santo Roberto Carlos

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.