ASSINE

Bolsonaro é denunciado em Haia por genocídio; leitores opinam

Rede que representa mais de um milhão de trabalhadores da saúde no Brasil acusa o mandatário de "falhas graves e mortais" no combate à pandemia do coronavírus

Publicado em 27/07/2020 às 11h58
Atualizado em 27/07/2020 às 11h58
(Brasília - DF, 25/06/2020) Cerimônia de assinatura do Acordo de Cooperação Técnica para integração dos sistemas “Corpus927” e “A Constituição e o Supremo” ao Portal da Legislação.

Foto: Marcos Corrêa/PR
Presidente da República, Jair Bolsonaro, em cerimônia no Palácio do Planalto. Crédito: Marcos Corrêa/PR

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) foi denunciado por crimes contra a humanidade e genocídio no Tribunal Penal Internacional, com sede em Haia, na Holanda. A ação, protocolada por rede que representa mais de um milhão de trabalhadores da saúde no Brasil, acusa o mandatário de "falhas graves e mortais" no combate à pandemia do coronavírus.

Segundo a Rede Sindical Brasileira Unisaúde, desde o início da crise sanitária o governo brasileiro tem adotado postura negligente e irresponsável que contribuiu para que o país atingisse a marca de mais de 80 mil mortes pela nova doença. A iniciativa se baseia no Estatuto de Roma, que define os crimes considerados internacionais, como o genocídio e a tortura.

Bolsonaro já foi alvo de uma outra denúncia no mesmo tribunal, envolvendo a situação dos indígenas. Naquele momento, a acusação era de risco de genocídio.

A denúncia ao Tribunal de Haia dividiu as opiniões dos leitores de A Gazeta. Nas redes sociais, o assunto levantou intenso debate entre os que concordam com a ação, ao criticar a postura negacionista de Bolsonaro, e os que entendem que o presidente não tem qualquer responsabilidade sobre as mortes ocorridas durante a pandemia. Confira alguns comentários:

Tem que ser punido mesmo. Desde o início fez pouco caso da pandemia, está sempre sem máscaras, se encontra todos os dias com seu rebanho, participou e incentivou seguidores a ir pra rua espalhar o vírus, só investiu 30% da verba destinada à pandemia. É um verdadeiro incompetente, irresponsável. (Alzenita Pereira)

Faltou responsabilidade de um líder com seu povo. Politizou medicamentos e a pandemia, se eximiu de suas responsabilidades, negou a gravidade do vírus, negligenciou nos exemplos. (Adila Damiani)

O responsável é o STF, que tirou do Executivo federal o poder de gerir a pandemia, dando carta branca aos governadores e prefeitos o direito de roubar. Não esqueçam que Bolsonaro queria o tratamento mais eficaz e barato e o que se viu foi um jogo político sujo. Nunca se roubou tanto e agora a culpa é dele. (Rosa Bessa)

Estão certos. Bolsonaro ignorou a doença, fazendo piadas. Isso não é postura de presidente nenhum, não importa se é esquerda ou direita, o que importa é ter responsabilidade!! O Brasil foi o único país que não investiu em nada, só fica brigando por política, enquanto milhões estão doentes. Ele é culpado, sim. Não fiquem querendo colocar culpa nos governadores, eles fizeram o que tinha que ser feito! Pior Presidente da história do Brasil, tenho vergonha de ter votado nele! (Maria Minine)

Quais são as falhas do presidente? Até onde sei, quem está encarregado de tomar as medidas contra esse vírus são os prefeitos e governadores. O governo federal só está mandando as verbas como o STF definiu. (Wanderson Santos Silva)

Vá pesquisar sobre competência concorrente em matéria de saúde. Aproveita também pra ler a decisão do STF para entender que Estados e municípios só podem tomar decisões que tenham respaldo na Anvisa. O STF tomou essa decisão para evitar que esse presidente continuasse com a sua campanha anti ciência, matando ainda mais gente. Se não fosse o STF, já teríamos sepultado uns duzentos mil corpos. (Edmar Carvalho Gomes)

Bolsonaro não pode decidir sobre isolamento, até porque o STF deu autonomia aos Estados e municípios para decidirem sobre as regras de isolamento, então o presidente não tem como interferir. (Mateus Negrini)

Tal como previsto pela Constituição Federal de 1988, todas as esferas do governo (municipal, estadual e federal) possuem responsabilidade com a saúde da população. Portanto, em nenhum momento o Bolsonaro foi proibido de realizar o trabalho da União no combate à epidemia de Covid-19 no Brasil. Não à toa, Bolsonaro está sendo denunciado no Tribunal Internacional Penal, sediado em Haia, por crime contra a humanidade. Não estou nem falando de distanciamento social ampliado propriamente dito, mas nas diversas outras omissões do governo federal no combate à epidemia, como a não coordenação do enfrentamento pelo Ministério da Saúde, aquisição de insumos hospitalares (que quando comprados em maior quantidade são mais baratos) etc. Enfim, omissão em cima de omissão. Fora as atitudes e afirmações anticientíficas que corroboram para a propagação do vírus. (Hugo Matos)

Culpado por: minimizar a doença desde o começo; não dar o exemplo no uso de máscara; não mostrar o exame quando retornou dos EUA com quase toda sua equipe contaminada; promover, permitir e comparecer nas aglomerações; politizar a pandemia; criar instabilidade no país, entre outros motivos. Todos perdemos familiares que não se cuidaram da forma devida. E ainda continuam morrendo, por acreditarem nele. Esse fardo ele vai levar com ele. (Flavia Cysne)

Eu atribuo a irresponsabilidade aos governadores e prefeitos. É essa politicagem que fica bloqueando uso de remédios que já tiveram eficácia comprovada. (Margarida Lecchi)

Engraçado... Bolsonaro é culpado, mas quem cuidou de tudo como queria foi cada governador. Bolsonaro não fez nada como queria, mas os governantes, sim. Então a culpa é mesmo do Bolsonaro? Então ele deve ser culpado de todas as mortes por Covid que houve no mundo. (Luciano Almeida Paraguai)

Lembrando que o presidente repassou aos governos apenas 29% do que é destinado à saúde no trato da Covid-19. Dizer que o presidente não tem responsabilidade nesse fato é enganar a si próprio ou estar bastante desatualizado. (Neusa Rizzi)

Tomara que seja condenado! As atitudes desse irresponsável causaram muitas mortes desnecessárias. Se houver justiça divina, esse genocida terá o que merece. (Celia Corteletti)

STF não isentou o governo de cumprir com seus deveres, deu autonomia porque o país é muito grande, senão ficaria pior ainda. Quem mandou embora dois ministros da Saúde e colocou um militar no comando e empurrou no povo remédio que de nada adianta foi Bolsonaro. (Luzimary Romano)

Imagina a situação do Brasil se o Bolsonaro tivesse feito o que queria. (Rafa Sar)

Os culpados de tantas mortes são os governadores e prefeitos. Foram eles que proibiram de tudo. O nosso presidente não tem culpa nenhuma. (Alcineide Nunes)

Tem culpa, sim! Se não fosse pelos governadores, a situação estaria muito pior! Os governadores diziam para o povo ficar em casa, para usar máscara etc. e o insano do presidente fazia e dizia tudo ao contrário. Muitas famílias poderiam estar com seus entes queridos se essa coisa tivesse ajudado! Tem que ser julgado e condenado, sim! Parabéns aos governadores! (Edenir Rosato)

Enquanto ele estiver no cargo, que não sei até quando vai, ele tem relativa proteção. Mas depois que esse cara deixar a presidência vai viver o resto da vida respondendo processos. E olhe lá se não terminar a vida na cadeia. (Jaime Reis)

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.