ASSINE

Por conta da Covid, atletas receberão medalhas em uma bandeja na Olimpíada

Segundo o presidente do COI, não haverá abraços ou apertos de mão durante a cerimônia

Publicado em 15/07/2021 às 18h04
Medalhas olímpicas
Medalhas olímpicas. Crédito: COI/Divulgação

O Comitê Olímpico Internacional (COI) anunciou nesta quinta-feira (15) que a cerimônia de entrega de medalhas da Olimpíada de Tóquio passará por mudanças devido à pandemia da Covid-19. Segundo Thomas Bach, presidente da entidade, não haverá abraços ou apertos de mão durante a cerimônia.

"As medalhas não serão entregues no pescoço. Elas serão apresentadas aos atletas em uma bandeja, e o próprio atleta pegará a medalha. Será garantido que a pessoa que colocará a medalha na bandeja o fará com luvas desinfetadas. Apresentadores e atletas usarão máscaras. Não haverá apertos de mão nem abraços durante a cerimônia", explicou Bach à agência de notícias Reuters.

Além disso, o número de representantes no juramento olímpico aumentou de três para seis -dois atletas, dois treinadores e dois juízes.

De acordo com o COI, o objetivo é garantir "o equilíbrio total de gênero entre aqueles que prestam juramento em nome de todos os participantes dos Jogos".

O texto do juramento olímpico, recitado desde 1920, foi reelaborado pela Comissão de Atletas e as adaptações foram aprovadas pelo Conselho Executivo do COI no último mês de abril.

A Olimpíada de Tóquio, adiada de 2020 para 2021 em razão da pandemia, começa no próximo dia 23 e termina no dia 8 de agosto.

A Gazeta integra o

Saiba mais
Japão Olimpíadas Olimpíada de Tóquio Esportes japão Tóquio Mundo

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.