ASSINE

Alemanha vacinará atletas contra a Covid-19 antes de Jogos de Tóquio

O Ministro do Interior da Alemanha foi o responsável pela proposta de imunização ao colocar os esportistas do país entre as prioridades no plano nacional

Publicado em 20/04/2021 às 17h43
Bandeira das Olimpíadas em Tóquio, Japão, após o anúncio de que o país vai sediar os jogos de 2020
Bandeira das Olimpíadas em Tóquio, Japão, após o anúncio de que o país vai sediar os jogos de 2020. Crédito: Divulgação / Comitê Olímpico Internacional

Os Comitês Olímpico e Paralímpico da Alemanha vão oferecer a possibilidade de vacinação contra a Covid-19 aos atletas que estão classificados para competir nos Jogos de Tóquio-2020. O Ministro do Interior da Alemanha, Horst Seehofer, foi o responsável pela proposta de imunização ao colocar nesta terça-feira os esportistas do país entre as prioridades no plano nacional de vacinação.

Segundo o site Inside The Games, 92% dos esportistas alemães mostraram interesse em se vacinar antes do embarque ao Japão. A Olimpíada de Tóquio seria disputada no ano passado, mas foi adiada para 2021 justamente por causa da pandemia do novo coronavírus. Os organizadores garantem que vão conseguir realizar o evento em condições seguras e com a presença apenas de torcedores japoneses nas arenas.

De acordo com o presidente do Comitê Olímpico Alemão, Alfons Hörmann, a entidade já recebeu o comunicado do Ministro e está preparada para iniciar a imunização dos atletas. "Agora é uma questão de implementar a vacinação de forma responsável e profissional nas próximas semanas junto com as autoridades responsáveis. Nosso objetivo central é que os membros da equipe participem (dos Jogos) com segurança e retornem com segurança", disse.

O dirigente agradeceu o apoio do governo e afirmou que a entidade está satisfeita com a ajuda. "Estamos felizes e gratos e ao mesmo tempo reconhecemos este sinal particularmente valioso de apoio e solidariedade da sociedade com os esportes olímpicos e paralímpicos", comentou Hörmann.

A vacinação prioritária em atletas é uma polêmica pelo mundo. Por serem jovens e terem boa saúde, os esportistas estão fora do grupo de risco da covid-19. Apesar disso, os alemães entendem que a proposta de vacinação não vai gerar críticas, já que o país em breve deve ter imunização em massa.

"Estamos em uma situação em que mais e mais vacinas estarão disponíveis, então em termos de prevenção é lógico oferecer a atletas e supervisores do Time Alemanha a vacina antes da viagem a Tóquio, tanto para proteger a saúde deles e dos outros", afirmou o presidente do Comitê Paralímpico da Alemanha, Friedhelm-Julius Beucher. As delegações alemãs para os Jogos de Tóquio devem ser compostas por 800 pessoas para as Olimpíadas e 300 para as Paralimpíadas. O número contempla também treinadores e funcionários.

Coronavírus Covid-19 Olimpíadas Esportes Vacina Tóquio Mundo Pandemia

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.