ASSINE

Shopping do Lixo no Espírito Santo vira modelo para o país

Parque de Ecoindústrias da Marca Ambiental possui 10 empresas com soluções para diversos tipos de resíduos e planeja expansão

  • Marca Ambiental

  • Estúdio Gazeta

    O Estúdio Gazeta é o time de produção de conteúdo para anunciantes da Rede Gazeta, com estrutura independente da Redação de A Gazeta/CBN.
Publicado em 13/08/2021 às 10h50
Marca Ambiental assume papel de protagonismo no Espírito Santo.
Marca Ambiental assume papel de protagonismo no Espírito Santo. Crédito: Marca Ambiental/Divulgação

Imagine um lugar em que tudo que seria normalmente descartado se transforma em material para ser usado novamente, das mais diversas maneiras, evitando o desperdício, aquecendo a economia e gerando novos empregos. Assim é o Parque de Ecoindústrias da Marca Ambiental, um verdadeiro Shopping do Lixo no Espírito Santo.

Composto por 10 empresas voltadas para a sustentabilidade, o parque, localizado em Cariacica, é capaz de receber desde materiais da construção civil, a plástico, vidros, restos de alimentos e outros resíduos. De agosto de 2020 a julho de 2021, foram recicladas 94 mil toneladas do que seria lixo, o que equivale a 85 mil carros populares. E há planos de expansão.

O diretor Gustavo Ribeiro explica que a ideia de desenvolver o parque surgiu na década passada e reiterou o papel de protagonismo da Marca, que em 1995 foi fundamental para possibilitar a correta destinação do lixo no Estado.

Em pouco mais de um ano, a Marca Ambiental recebeu 94 mil toneladas de resíduos, o que corresponde a 85 mil carros populares.
Em pouco mais de um ano, a Marca Ambiental recebeu 94 mil toneladas de resíduos, o que corresponde a 85 mil carros populares. Crédito: Marca Ambiental/Divulgação

“Está na cultura da Marca, desde a fundação, o pioneirismo. Fizemos um planejamento estratégico em 2017 com o propósito de sermos referência na valorização dos resíduos como reflexo da nossa cultura e do anseio da sociedade e do mercado. Queríamos transformar o resíduo em um ativo pronto para ser utilizado novamente”, destaca.

Hoje, o Parque de Ecoindústrias é como um shopping em que cada loja é especializada em um tipo de produto. A diferença é que são empresas sustentáveis que dão nova vida a resíduos. Da Marca, o que era apenas descarte sai pronto para voltar ao ciclo produtivo.

Pneus são reciclados no parque de ecoindústrias da Marca Ambiental.
Pneus são reciclados no parque de ecoindústrias da Marca Ambiental. Crédito: Marca Ambiental/Divulgação

Especialista em gestão, Gilvan Badke, da eMEG Solução em Gestão Empresarial, participou desse processo de modernização e do planejamento estratégico de tornar a empresa a melhor e mais completa Central de Tratamento de Resíduos do Brasil até 2023. Ele frisa que, hoje, a Marca está em consonância com as maiores empresas mundiais do setor.

“A Marca Ambiental é exemplo de boas práticas mundiais, é um case de sucesso. No país, há duas ou três outras empresas que desempenham um serviço parecido, mas a Marca possui um conceito muito moderno de ecoindústrias, priorizando a qualidade e tecnologia, valorizando o resíduo, ou melhor, o ativo que tem sido um termo adotado mundialmente”, ressalta.

PLANOS DE EXPANSÃO

A Marca Ambiental planeja expandir os negócios em breve. Assim como em um shopping, há espaço para mais “lojas”, ou seja, ecoindústrias especializadas em outros tipos de resíduo.

“Como em todo mercado novo, ainda temos muito caminho pela frente. Queremos a valorização de outros resíduos como eletroeletrônicos e resíduos de coco, algo muito rotineiro em nosso Estado. Como em um shopping, temos lojas vagas e queremos ocupá-las”, afirma Gustavo Ribeiro.

AS 10 ECOINDÚSTRIAS PRESENTES NA MARCA AMBIENTAL

  1. 01

    Organobom

    Realiza a compostagem utilizando o método de leiras revolvidas (pilhas de resíduos em linha) com aceleração de compostagem. Com essa prática é possível o aproveitamento de nutrientes que podem ser utilizados na produção agrícola como adubo, devolvendo à terra as substâncias de que necessita.

  2. 02

    Pneuvix

    A Pneuvix Ambiental é um projeto de inovação tecnológica que conta com a integração de diferentes tecnologias em prol da destinação ambientalmente adequada de pneus inservíveis. Pneus de caminhão e veículos de passeio são transformados em diferentes produtos.

  3. 03

    Biomarca

    A Biomarca é um projeto pioneiro que nasceu da necessidade de oferecer destinação adequada ao óleo de fritura pós consumo, considerado um vilão para as estações de tratamento de esgoto. O óleo coletado é beneficiado e comercializado para unidades que o reaproveitam nos processos produtivos de produção de biodiesel, curtumes, entre outras.

  4. 04

    Vila Recicla Unidade de Beneficiamento de Agregado Reciclado (Ubar)

    A UBAR é uma unidade capaz de transformar os Resíduos da Construção e Demolição (RCD), o Classe II B, e os Casqueiros de Beneficiamento de Rochas Ornamentais em agregados reciclados. Assim, esse resíduo consegue ser reaproveitado na indústria da construção civil.

  5. 05

    Liberum Energia

    Desde 2018 a Liberum Energia realiza o aproveitamento energético do biogás produzido a partir da decomposição dos resíduos nas células de aterro sanitário, de forma a convertê-lo em uma fonte limpa, útil e sustentável de energia, a qual poderá ser comercializada.

  6. 06

    Vila Betume

    A Vila Betume produz massa asfáltica. Utilizando as mais avançadas tecnologias, o produto é um concreto betuminoso asfáltico usinado a quente e armazenado. Todo material refugado na usina é utilizado na produção de asfalto a frio. A unidade utiliza em sua matriz energética o reaproveitamento de óleo combustível beneficiado na Marca Ambiental, o que permite uma geração de energia alternativa.

  7. 07

    Gecap – Minerais e Metálicos

    A Gecap – Minerais e Metálicos Eireli beneficia resíduos siderúrgicos e escória de aciaria, para o aproveitamento metálico. Nesse processo, os rejeitos (escória) são direcionados à Marca e utilizados para reparo de vias.

  8. 08

    Greenvix

    A GreenVix tornou-se parceira da Marca Ambiental em 2020 com o objetivo de atuar na coleta e destinação da reciclagem do vidro, um resíduo infinitamente e 100% reciclável.

  9. 09

    Recicla Valorização de Resíduos

    A Recicla é uma gerenciadora de resíduos recicláveis com forte atuação no mercado de plástico. A empresa presta serviços de coleta de resíduos classe II A, incluindo o transporte, segregação, classificação, armazenamento temporário e destinação final, fechando o ciclo de vida dos produtos.

  10. 10

    Cimento RWC

    A empresa é especializada em resíduos recicláveis segregados e iniciará as operações no próximo ano. Ela utiliza resíduos como co-produtos (pneu, resíduo de petróleo, mármore, granito, entre outros).

Este é um conteúdo de responsabilidade do anunciante.

A Gazeta integra o

Saiba mais
Meio Ambiente Coleta de lixo

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.