ASSINE

Tragédia de Mariana: Anchieta é incluída na lista de cidades afetadas

O município estava de fora da lista de municípios, elaborada em 2016, mesmo sofrendo queda na receita municipal e na economia local

Publicado em 30/03/2020 às 12h51
Anchieta foi reconhecida como cidade afetada pelo rompimento da barragem de Mariana
Anchieta foi reconhecida como cidade afetada pelo rompimento da barragem de Mariana. Crédito: PMA

Quase cinco anos depois do rompimento da barragem de Fundão, em Mariana, o município de Anchieta, no Litoral Sul do Espírito Santo, foi reconhecido como cidade afetada pela tragédia, ocorrida no fim de 2015. Apesar de ter sofrido uma brusca queda na economia, a cidade estava fora da lista elaborada em 2016.

De acordo com a prefeitura, agora, o município receberá medidas reparatórias e compensatórias, que irão ajudar no desenvolvimento da cidade. O prefeito, Fabrício Petri, disse que vem trabalhando desde 2017 para isso acontecesse. “Iniciei um trabalho incansável de conversas e reuniões, participei do Fórum dos Prefeitos do Rio Doce, onde recebi apoio dos municípios mineiros, que assinaram um manifesto para que fossemos reconhecidos como cidade impactada pela barragem", afirmou. 

De acordo com informações da prefeitura, com o rompimento da barragem, a Samarco suspendeu suas operações em Anchieta e a consequência foi centenas de pessoas desempregadas, brusca queda na receita municipal e queda na economia local, com muitos comércios fechando as portas.

AÇÕES DE REPARAÇÃO SÃO DISCUTIDAS EM COMISSÃO

A lista que constava no Termo de Transação de Ajustamento de Conduta (TTAC), assinado em 2016, descrevia 29 municípios capixabas e mineiros, com exceção de Anchieta. As ações de reparação e compensação dos danos socioeconômicos que o município sofreu nos últimos cinco anos estão sendo discutidas pela Comissão Anchietense de Acompanhamento das Ações Relacionadas à Fundação Renova (COARR).

A Fundação Renova foi criada pela Samarco e pela Vale para gerenciar e executar medidas socioambientais e socioeconômicas para a recuperação de danos existentes em decorrência do rompimento da barragem de Fundão, distrito de Mariana (MG).

Este vídeo pode te interessar

A Gazeta integra o

Saiba mais
Anchieta Economia Meio Ambiente Samarco vale (mineradora) ES Sul

Notou alguma informação incorreta no conteúdo de A Gazeta? Nos ajude a corrigir o mais rápido possível! Clique no botão ao lado e envie sua mensagem.

Envie sua sugestão, comentário ou crítica diretamente aos editores de A Gazeta.

Logo AG Modal Cookies

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.