ASSINE

Chuva no ES: Iconha, Alfredo Chaves, Castelo e Viana cancelam carnaval

As prefeituras afirmam que dinheiro da festa será usado na reconstrução das cidades; em Viana, a verba será usada na atualização do Plano Municipal de Redução de Risco.

Publicado em 27/01/2020 às 18h05
Atualizado em 27/01/2020 às 20h59
Casas ficaram alagadas em Castelo . Crédito: Fernando Medeira
Casas ficaram alagadas em Castelo . Crédito: Fernando Medeira

Além de Iconha e Alfredo ChavesCastelo também decidiu cancelar a programação de carnaval em 2020. Os municípios foram fortemente afetados pelas chuvas dos últimos dias. As prefeituras justificam que não há condições de gastar dinheiro público para manter as festividades, uma vez que agora é preciso reconstruir as cidades.

Uma das principais festas de carnaval do Sul do Estado, realizada pelas ruas de Castelo, foi cancelada. Nesta segunda-feira (27), o prefeito da cidade, Domingos Fracaroli, fez o comunicado. A justificativa é o prejuízo causado pela chuva no município.

“O dinheiro que iríamos usar no Carnaval vamos usar para reconstruir Castelo. Vamos gastar com as pessoas, com quem está precisando. Vamos pedir ao Governo do Estado que decrete Calamidade Pública, e que todos continuem orando por nós”, explicou o prefeito. O rio que corta Castelo subiu cerca de 8 metros na noite de sexta-feira (24). Mais de 150 famílias ficaram desabrigadas e 800 estão desalojadas no município.

Assim como Castelo, Iconha, que fazia inclusive uma programação antecipada, não terá Carnaval. Em Alfredo Chaves, segundo a administração municipal, a suspensão deve-se à situação de calamidade pública decretada pelo município. A enchente é considerada a maior já registrada na história da cidade.

"Não dá para pensar em festa diante de uma situação tão devastadora como essa. Peço a compreensão de todos, mas a prioridade agora é nos unirmos para ajudar as famílias prejudicadas e trabalhar para reparar os danos dessa catástrofe a qual fomos atingidos”, disse o prefeito de Iconha, Fernando Videira Lafayette.

EM VIANA TAMBÉM NÃO HAVERÁ CARNAVAL

Outra cidade que anunciou que não vai promover festas no primeiro semestre de 2020 é Viana. Os recursos, segundo a prefeitura, serão usados na atualização do Plano Municipal de Redução de Risco.

Este vídeo pode te interessar

A Gazeta integra o

Saiba mais

Notou alguma informação incorreta no conteúdo de A Gazeta? Nos ajude a corrigir o mais rápido possível! Clique no botão ao lado e envie sua mensagem.

Envie sua sugestão, comentário ou crítica diretamente aos editores de A Gazeta.

Logo AG Modal Cookies

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.