ASSINE

Diversidade na política é desafio da democracia, diz pesquisadora da UnB

Fundadora da ONG #ElasNoPoder, Letícia Medeiros estará em evento no Palácio Anchieta nesta quarta-feira (06), com transmissão ao vivo em A Gazeta

Com o tema “Por Mais Mulheres na Política Capixaba”, a terceira edição do Encontro Mandatárias, que acontece nesta quarta-feira (06), a partir das 10 horas, contará com a participação cientista política, consultora eleitoral e cofundadora da ONG #ElasNoPoder, Letícia Medeiros. O evento, que tem apoio institucional da Rede Gazeta, discutirá a diferença que faz para uma democracia ter mais mulheres na política e os desafios que elas enfrentam para se elegerem.

O encontro acontecerá de forma híbrida no Palácio Anchieta, com transmissão ao vivo em A Gazeta. O Encontro das Mandatárias é uma realização do Governo do Estado e tem como uma das debatedoras a vice-governadora Jacqueline Moraes. A mediação da conversa será feita pela colunista Renata Rasseli.

Letícia Medeiros é pesquisadora, cientista política formada pela Universidade de Brasília (UnB) e cofundadora da ONG #ElasNoPoder. De acordo com dados da própria entidade, a organização impactou a trajetória política de mais de 500 mulheres desde a fundação. Em 2020, lançou uma plataforma online para inspirar, conectar e treinar a próxima geração de lideranças femininas no Brasil e na América Latina.

Cientista política e co-fundadora da ONG #ElasNoPoder, Letícia Medeiros.
Cientista política e co-fundadora da ONG #ElasNoPoder, Letícia Medeiros. Crédito: Reprodução

A especialista comentou sobre a importância da educação para potencializar a participação cidadã de todos, em especial das meninas e mulheres. “É essencial trazermos conteúdos sobre o funcionamento do sistema político e eleitoral. Afinal, devido às construções históricas dos estereótipos de gênero, muitas mulheres crescem sem os devidos estímulos para conhecerem mais sobre como funciona o país”, explica.

Ainda de acordo com Letícia, “o desafio de toda democracia é garantir que os espaços de tomada de decisão sejam ocupados pelos mais diversos grupos sociais, para que a vontade de nenhum grupo se imponha sobre a dos demais”. A cientista política completa que a maior participação feminina na política traz novas perspectivas, o que impacta positivamente na qualidade da criação de políticas públicas. Esse será um dos pontos de discussão no Encontro das Mandatárias.

“Certamente, esses encontros são muito importantes para potencializar e fortalecer as redes de apoio e a sororidade entre as mulheres. Porém, é fundamental ficarmos atentas para enxergarmos o mundo real e fora das nossas bolhas", enfatiza Letícia.

O ENCONTRO

Também participarão do Encontro das Mandatárias a procuradora-geral da Justiça do Ministério Público do Estado do Espírito Santo (MPES), Luciana Andrade; e a deputada federal Tábata Amaral (PSB) - esta, de forma remota. Foram abertas 90 inscrições para participar do encontro presencialmente e essas vagas são destinadas a senadoras, vereadoras, deputadas estaduais e federais em exercício. As mulheres capixabas que se interessarem pelo tema também poderão acompanhar a reunião ao vivo em A Gazeta.

Com início em 2019, o Encontro das Mandatárias se consolidou no Espírito Santo como espaço de discussão sobre a perspectiva de gênero e os direitos das mulheres, tanto nos direitos humanos, como nas políticas públicas. O objetivo do projeto é promover o empoderamento das mulheres por meio do empreendedorismo e participação nos espaços de liderança.

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.