ASSINE

Coronavírus: Casagrande critica Bolsonaro e diz que não é hora de relaxar

Governador criticou posicionamento do presidente e disse que a fala de Jair foi irresponsável por não considerar a grave situação da doença no país. Casagrande diz que não é momento de adotar isolamento vertical, apenas de idosos e pessoas doentes

Publicado em 25/03/2020 às 11h19
Atualizado em 25/03/2020 às 11h51
O governador Renato Casagrande falou sobre a reunião que teve com Bolsonaro e governadores do Sudeste
O governador Renato Casagrande falou sobre a reunião que teve com Bolsonaro e governadores do Sudeste. Crédito: Reprodução | 23/03/2020

Em entrevista na manhã desta quarta-feira, o governador do Espírito Santo, Renato Casagrande, criticou o posicionamento do presidente Jair Bolsonaro sobre o coronavirus, que defende o fim do isolamento e chamou o pronunciamento do mandatário brasileiro de irresponsável. Na noite de terça-feira, o presidente pediu que a população deixasse de se recolher para que voltasse às atividades para que isso não tenha impacto na economia.

Para Casagrande, a atual quarentena de toda a população é importante para organizar o sistema de saúde e reduzir o ritmo de contágio do coronavírus. Ele disse que após ter dados em mãos sobre o avanço da doença pode adotar a flexibilização contra o coronavírus Espírito Santo, separando da comunidade os idosos, as pessoas com doenças crônicas e os infectados, o chamado isolamento vertical.

Ele ainda disse que o Brasil não pode viver no confronto e afirmou que é necessário uma coordenação nacional. “Estamos atentos a questão econômica, mas se não agirmos teremos um agravamento da crise.”

"Meus decretos continuam em vigência. Nós não podemos relaxar. Esse é o problema da fala do presidente, ela gera dúvidas nas pessoas. (Elas se perguntam) posso sair ou não posso sair? Posso me reunir ou não posso me reunir? Essa fala é irresponsável, porque ela deixa dúvida na cabeça das pessoas".

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.