ASSINE

Aulão ensina como verificar boatos que chegam pelas redes sociais

Projeto Comprova realiza oficina gratuita e on-line com dicas e melhores práticas para você aprender a se proteger e não cair em conteúdo falso. Reveja a transmissão

Publicado em 11/11/2019 às 18h00

No grupo do WhatsApp, no feed do Facebook, na timeline do Twitter… Certamente você já recebeu algum conteúdo no mínima duvidoso e ficou com uma pulga atrás da orelha se questionando se ele era verdadeiro ou não. Para ajudar nesse momento, o Projeto Comprova realizou nesta terça-feira (10/11) uma oficina gratuita com dicas para você aprender a se proteger e não cair em conteúdo falso nas redes. Veja o aulão no vídeo acima a partir de 1h06min37seg.

A oficina de verificação de conteúdos foi ministrada pelo editor-chefe do Comprova, o jornalista Sérgio Lüdke, com a equipe do projeto. Eles mostraram como é possível se proteger da desinformação e parar de propagar conteúdos falsos. O evento aconteceu em São Paulo, no auditório da Fundação Armando Alvares Penteado (FAAP).

O Comprova é uma coalizão de veículos jornalísticos que neste ano se reuniram para combater desinformação sobre políticas públicas na internet. Acesse todas as verificações do Comprova aqui.

Em sua segunda edição, o Comprova reúne 24 veículos de imprensa de todo o país. No ano passado, o Comprova foi criado com a missão de monitorar e desmentir boatos relacionados à eleição presidencial.

O editor-chefe do Comprova, Sérgio Lüdke, comanda a oficina de verificação no auditório da FAAP. Crédito: Marina Cid/TV Band
O editor-chefe do Comprova, Sérgio Lüdke, comanda a oficina de verificação no auditório da FAAP. Crédito: Marina Cid/TV Band

Entre os integrantes da coalizão - que segue trabalhando de forma colaborativa até o encerramento desta segunda edição, em 16 de dezembro - estão AFP (Agence France-Presse), A Gazeta, Band.com.br, BandNews FM, BandNews TV, Canal Futura, Correio do Povo, Estadão, Exame, Folha de S. Paulo, GaúchaZH, Jornal Correio, Jornal do Commercio, Metro Jornal, Nexo, Nova Escola, NSC Comunicação, O Povo, Poder360, Rádio Bandeirantes, revista piauí, SBT e UOL.

Jornalistas dos veículos participantes receberam treinamento para checar a veracidade de informações que circulam na internet e nas redes sociais, seguindo a metodologia da organização não-governamental First Draft, idealizadora do primeiro Comprova.

Alguns desses recursos foram compartilhados com o público no evento, como as técnicas de busca reversa de imagens e vídeos, e dicas para desconfiar de conteúdos sem fonte identificada que chegam a nossos celulares e mídias sociais.

Além da verificação de fatos, o Comprova promove ações educativas, como a difusão de cursos e eventos online para o combate à desinformação. A iniciativa tem patrocínio do Google News Initiative, do Facebook Journalism Project e do WhatsApp, e é coordenada pela Abraji (Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo).

Este vídeo pode te interessar

A Gazeta integra o

Saiba mais
fake news passando a limpo projeto comprova

Notou alguma informação incorreta no conteúdo de A Gazeta? Nos ajude a corrigir o mais rápido possível! Clique no botão ao lado e envie sua mensagem.

Envie sua sugestão, comentário ou crítica diretamente aos editores de A Gazeta.

Logo AG Modal Cookies

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.