ASSINE

Tropa da Força Nacional vai atuar em Cariacica por mais seis meses

A atuação da tropa, que terminava em dezembro deste ano, foi prorrogada pelo Ministério da Justiça para junho de 2020. Decisão foi publicada no Diário Oficial nesta sexta-feira (27)

Publicado em 27/12/2019 às 12h44
Atualizado em 27/12/2019 às 12h44
Permanência da Força Nacional em Cariacica foi prorrogada por mais seis meses. Crédito: Vitor Jubini
Permanência da Força Nacional em Cariacica foi prorrogada por mais seis meses. Crédito: Vitor Jubini

A Força Nacional de Segurança Pública, que atua em Cariacica desde setembro deste ano, vai permanecer no município por pelo menos mais seis meses. O trabalho da tropa, previsto para acabar no fim deste mês, foi prorrogado pelo Ministério da Justiça até junho de 2020. A decisão foi publicada no Diário Oficial nesta sexta-feira (27).

A presença da Força Nacional faz parte da primeira fase do "Em Frente Brasil", programa de redução de violência e criminalidade criado pelo governo federal. Cariacica é um dos cinco municípios que foram escolhidos para fazer parte do projeto-piloto no Brasil. Os outros são: Ananindeua (Pará), Goiânia (Goiás), Paulista (Pernambuco) e São José dos Pinhais (Paraná). Neles, a atuação da tropa também foi estendida. 

Apesar do foco do projeto ser a redução do número de crimes violentos, como homicídios, feminicídios e latrocínios, em quase quatro meses de atuação da tropa, o número de assassinatos não caiu em Cariacica. A Força Nacional conta atualmente com 100 agentes atuando em 28 bairros do município. 

Uma segunda fase do projeto começa em 2020, com a implementação de projetos com viés social. Aliado a isso, as tropas continuarão atuando na cidade por mais seis meses. A expectativa é que os índices de violência caiam nesta nova etapa de acordo com o governo. 

Policiais da Forçaa Nacional atuando no bairro Padre Gabriel, em Cariacica . Crédito: Ricardo Medeiros
Policiais da Forçaa Nacional atuando no bairro Padre Gabriel, em Cariacica . Crédito: Ricardo Medeiros

NÚMEROS DA FORÇA NACIONAL

Quantidade: 100 agentes

Duração: 4 meses

Locais: 28 bairros

Organização: Dos 100 agentes, 80 ficarão em alojamentos da PM e atuarão no patrulhamento ostensivo. 20 vão atuar na parte investigativa, e ficarão em alojamentos da Polícia Civil

16 bairros escolhidos no primeiro planejamento: Flexal I, Flexal II, Graúna, Padre Gabriel, Alzira Ramos, Castelo Branco, Jardim Botânico, Jardim de Alah, Rio Marinho, Nova Esperança, Nova Rosa da Penha, Bandeirantes, Bela Aurora, Maracanã, Vista Mar e Vila Isabel

12 novos bairros incluídos: Cariacica Sede, Prolar, Aparecida, Porto de Santana, Porto Novo, Itacibá, Nova Brasília, Nova Valverde, Mucuri, Campo Grande e Vila Capixaba.

A Gazeta integra o

Saiba mais
assassinato cariacica crime segurança pública

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.