ASSINE
Oferecimento:
Modo de Visualização:

Perícia comprova: recado com sangue em crime no ES foi escrito por preso

Suspeito que foi preso no dia 29 de abril em Osasco, São Paulo, usou os próprios dedos para espalhar o sangue da vítima e desenhar as letras, segundo a polícia

Publicado em 13/05/2020 às 18h52
Atualizado em 13/05/2020 às 18h53
Assassino de empresário em Aracê, Domingos Martins, deixou uma mensagem escrita com sangue próximo ao corpo da vítima
Assassino de empresário em Aracê, Domingos Martins, deixou uma mensagem escrita com sangue próximo ao corpo da vítima. Crédito: Polícia Civil

A análise pericial do local onde foi encontrado o corpo do empresário Gerson Modolo, morto em janeiro de 2019, concluiu que o homem preso suspeito de ser o autor do homicídio foi, também, o responsável por escrever um recado no chão, na cena do crime. O exame foi finalizado esta semana, pela equipe da Seção de Documentoscopia Forense, do Departamento de Criminalística da Polícia Civil.

Dono de pousada, Gerson João Modolo foi encontrado morto dentro de sua casa pela esposa. Na ocasião, o assassino usou o sangue do próprio empresário para deixar um recado no chão, ao lado do corpo. O crime chocou o distrito de Aracê, em Domingos Martins.

De acordo com o delegado Alberto Roque Peres, titular da Delegacia Especializada de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) de Venda Nova do Imigrante, o laudo confirma que a frase “se você não pode me pagar em dinheiro, me paga com a vida”, encontrada no chão, ao lado do corpo, foi escrita com o sangue da vítima. O suspeito usou os próprios dedos para espalhar o sangue e desenhar as letras, segundo a polícia.

“Com a conclusão do último laudo que ainda estava pendente, o inquérito foi concluído hoje (13), e segue agora para o Ministério Público, que decidirá sobre a denúncia do indiciado ou diligência complementar. O indiciado continua preso preventivamente”, disse o delegado.

A Polícia Civil concluiu que a motivação do crime seria uma negociação de madeiras que não deu certo. As investigações apontaram que o autor do crime é um homem de 38 anos com quem a vítima tinha negócios mal resolvidos. O suspeito foi preso no dia 29 de abril, em Osasco, São Paulo. 

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.