ASSINE

Mulher sobrevive a ataque de faca, vassourada, socos e enforcamento do marido no ES

Homem de 37 anos foi preso nesta quinta-feira em Muqui. Filho do casal, de apenas 7 anos, presenciou as agressões que aconteceram no último sábado (20)

Tempo de leitura: 2min
Cachoeiro de Itapemirim / Rede Gazeta
Publicado em 25/11/2021 às 12h26

Um homem de 37 anos foi preso nesta quinta-feira (25) após ser denunciado pela mulher, de 33 anos, por ter sido agredida com socos e enforcamento no último sábado (20) em Muqui, no Sul do Espírito Santo. O filho do casal, de apenas 7 anos, contou à polícia que presenciou as agressões.

Segundo a Polícia Civil, a prisão aconteceu por meio de um mandado de prisão preventiva. A vítima denunciou as agressões nesta terça-feira (22). Em depoimento na delegacia, a mulher contou que seu companheiro chegou de madrugada embriagado e passou a discutir com ela.

Mulher sobrevive a ataque de faca, vassourada, socos e enforcamento do marido no ES
Mulher sobrevive a ataque de faca, vassourada, socos e enforcamento do marido no ES. Crédito: Divulgação/ Polícia Civil

Durante a discussão do casal, o homem começou a agredi-la com socos e enforcamento. Ela relatou que foi empurrada para a varanda da frente da casa e o agressor mandou que ela fosse embora. A mulher disse que tentou argumentar, pedindo calma, porém o companheiro atirou uma faca em direção à cabeça dela, que conseguiu se esquivar.

A vítima correu para rua, mas foi alcançada pelo companheiro, que a segurou pelos cabelos. O homem continuou as agressões e tentou atingir a cabeça da mulher com um cabo de vassoura, mas conseguiu. Ele ainda deu golpes no joelho dela com a vassoura.

No relato da vítima, ela ainda contou que foi deixada pelo companheiro na rua, caída no chão, chorando, com muitas dores, sob a chuva que caía. A mulher afirmou que, quando conseguiu retornar para casa, o homem dormia.

Um dos filhos do casal, de 7 anos, ao ser ouvido no Conselho Tutelar de Muqui, contou que presenciou as agressões, assim como a mãe contou à polícia.

HOMEM DISSE QUE BEBEU CACHAÇA

Em depoimento na delegacia, o suspeito disse que começou a beber cachaça com os amigos pela manhã de sexta-feira (19), chegando a casa, embriagado, por volta de 0h30. Ele tentou justificar que a companheira o acusou de estar com outra mulher e, por isso, começou a discussão. Ele negou ter praticado qualquer agressão contra a companheira. Afirmou que após a discussão foi dormir.

De acordo com a polícia, a vítima apresentou boletim de atendimento de urgência, onde foram relatadas significativas lesões condizentes com as agressões alegadas.

O preso foi encaminhado para o Centro de Detenção Provisória de Cachoeiro de Itapemirim. Ele foi autuado por lesões corporais e tentativa de feminicídio.

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.