ASSINE

Bebê é deixada dormindo em carro e é encontrada sem vida, na Serra

A avó e tia da criança contaram à polícia que estacionaram o carro no quintal de casa, abriram as portas traseiras e deixaram a criança dormindo no bebê conforto; cerca de 20 minutos depois, encontraram a criança desacordada

Publicado em 15/04/2021 às 18h00
Criança estava dormindo em bebê-conforto
Criança estava dormindo em bebê-conforto quando foi encontrada morta na Serra. Crédito: Reprodução | Internet

Uma bebê de onze meses deu entrada já sem vida na Unidade Básica de Saúde do bairro Nova Carapina I, na Serra, na manhã dessa quarta-feira (14). A família disse à polícia que a criança tinha sido deixada dormindo, com as portas abertas, em um bebê conforto dentro do veículo.

Polícia Civil informou que a mãe, a avó e a tia da criança foram ouvidas e liberadas, pois não foi constatado incidência de crime. O corpo do bebê foi encaminhado para o Departamento Médico Legal (DML) de Vitória, para ser liberado para os familiares e para ser feito o exame cadavérico, que apontará a causa da morte.

A avó, de 69 anos, e a tia da criança, de 33, contaram à polícia que estacionaram o carro no quintal de casa, abriram as portas traseiras e deixaram a criança dormindo. Cerca de 20 minutos depois, encontraram a criança desacordada. Elas tentaram reanimar o bebê, mas não conseguiram. No local, chegou uma enfermeira que conduziu a criança em um carro particular até a unidade de saúde.

De acordo com a Polícia Militar, um funcionário da Unidade Básica de Saúde do bairro foi quem acionou a equipe via Ciodes (190). No local, foram feitas outras tentativas de reanimação, mas não tiveram sucesso e constataram o óbito da criança.

A mãe do bebê também compareceu à unidade, mais tarde. Ela, a tia e a avó foram encaminhadas à Delegacia de Homicídios e Proteção à Mulher para prestarem mais esclarecimentos, foram ouvidas e liberadas.

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.