ASSINE

Bandidos invadem casa, fazem mulher refém e levam até perfumes importados em Linhares

No momento do roubo, a mulher estava acompanhada de uma amiga e do filho. Ela informou ainda que os criminosos usaram lacres para imobilizar as vítimas

Linhares
Publicado em 20/10/2021 às 10h26
16ª Delegacia Regional de Linhares
16ª Delegacia Regional de Linhares. Crédito: Reprodução | TV Gazeta Norte

Uma mulher de 33 anos foi feita refém dentro da própria casa, junto com o filho e uma amiga, no inicio da manhã desta terça-feira (19) no bairro Jardim Laguna, em LinharesNorte do Espírito Santo. Os criminosos envolvidos no roubo levaram um carro e diversos objetos pessoais, incluindo perfumes importados.

A vítima relatou à Polícia Militar que, por volta das 6h30, quando ia sair no portão de casa, foi abordada por dois indivíduos que já estavam dentro do quintal. Segundo a mulher, um deles estava com um revólver em punho, e o outro com um pedaço de madeira. 

No momento do roubo, a mulher estava acompanhada de uma amiga e do filho. Ela informou, ainda, que os criminosos usaram lacres para imobilizar ela e a amiga, e que o filho estava dormindo em um quarto. 

PEGARAM FACA NA COZINHA

Em conversa com a reportagem da TV Gazeta Norte, na manhã desta quarta-feira (20), a vítima, que preferiu não se identificar, explicou que um dos homens ficou com a arma apontada para as vítimas o tempo todo e, em determinado momento, o outro pegou uma faca na cozinha para ameaçar e fazer pressão psicológica.

"Eles diziam que dariam um tiro na cabeça dela [amiga] se ela não ficasse quieta, me colocou ajoelhada na cozinha, abriu a geladeira para ver o que tinha para comer. Depois ele prendeu a gente dentro do quarto, pedi para que fosse em um quarto diferente do que o meu filho estava dormindo, ele atendeu e disse para a gente não sair de jeito nenhum. Depois que eles saíram, saí e chamei um vizinho para me ajudar", explicou. 

BENS ROUBADOS

Foram roubados um carro modelo Onix/Chevrolet branco, dois celulares, uma TV 52 polegadas, um notebook, um Xbox, documentos pessoas e cinco  perfumes importados.

A Polícia Militar informou que buscas foram realizadas na região, mas nenhum suspeito foi localizado. Por nota, a Polícia Civil afirmou que o caso segue sob investigação da Delegacia Especializada de Investigações Criminais (DEIC) de Linhares. "Até o momento nenhum suspeito foi detido e outras informações não serão repassadas por enquanto", diz o texto.

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.