ASSINE

Acidente ou crime? Polícia investiga morte em contêiner em Linhares

Funcionários de uma fábrica de móveis encontraram o corpo do trabalhador Jair da Silva Castro, de 50 anos, na manhã desta sexta-feira (26). Polícia investigará se morte foi acidente ou homicídio culposo

Tempo de leitura: 2min
Colatina
Publicado em 26/11/2021 às 16h13

Após um trabalhador — identificado como Jair da Silva Castro, de 50 anos — ser encontrado morto dentro de um contêiner em uma fábrica de móveis na manhã desta sexta-feira (26), em Linhares, no Norte do Estado, a  Polícia Civil informou que vai investigar o caso para saber se a morte ocorreu devido a um acidente ou se foi homicídio culposo (quando não há intenção de matar).

O corpo do homem estava soterrado com pó de serra, e foi encontrado por volta de 6h por funcionários que chegavam para o turno da manhã. Eles acionaram o Corpo de Bombeiros. A corporação informou, por nota, que uma equipe foi ao local e retirou o trabalhador do contêiner, já em óbito. “O corpo foi deixado aos cuidados da perícia da Polícia Civil", afirmou.

Jair da Silva Castro, de 50 anos, foi encontrado morto dentro de um contêiner em uma fábrica de móveis em Linhares.
Jair da Silva Castro, de 50 anos, foi encontrado morto dentro de um contêiner em uma fábrica de móveis em Linhares. Crédito: Juliano Gomes

O titular da 16 ª Delegacia Regional em Linhares, delegado Fabrício Lucindo, explicou à repórter Paula Brazão, da TV Gazeta Norte, que a Polícia Civil vai investigar como a morte ocorreu. “A perícia criminal já foi acionada para analisar o local, e o corpo foi encaminhado para o SML de Linhares para passar por um legista. E vamos iniciar a investigação para saber se foi um acidente ou um homicídio culposo”, explicou o delegado.

O diretor da fábrica de móveis Panan, Luciano Andrade, explicou que Jair era um prestador de serviço terceirizado de uma empresa de descarte de resíduos. O homem trabalhava durante a madrugada, sozinho, quando a fábrica está fechada, recolhendo o pó que sai das chapas de madeira da empresa. Ele afirmou também que a Panan já comunicou aos familiares e está prestando todo o apoio a eles.

Este vídeo pode te interessar

A Gazeta integra o

Saiba mais

Notou alguma informação incorreta no conteúdo de A Gazeta? Nos ajude a corrigir o mais rápido possível! Clique no botão ao lado e envie sua mensagem.

Envie sua sugestão, comentário ou crítica diretamente aos editores de A Gazeta.

Logo AG Modal Cookies

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.