ASSINE

Aos 80 anos, morre o líder cooperativista Toninho da Cooabriel

Nascido em Cachoeiro de Itapemirim, no Sul do Estado, ele vivia em São Gabriel da Palha. Foi no município do Noroeste capixaba que Toninho construiu parte de sua história na Cooabriel, onde entrou como cooperado em 17 de abril de 1971

Vitória
Publicado em 13/04/2022 às 17h01

Faleceu nesta quarta-feira (13) o líder cooperativista e produtor rural Antônio Joaquim de Souza Neto, o Toninho da Cooabriel, aos 80 anos, após ficar internado por cerca de um mês em um hospital particular devido a uma infecção. Nascido no dia 2 de novembro de 1942, em Cachoeiro de Itapemirim, no Sul do Espírito Santo, ele vivia em São Gabriel da Palha, Noroeste do Estado.

No município do Noroeste capixaba, Toninho construiu parte de sua história na Cooperativa Agrária dos Cafeicultores de São Gabriel (Cooabriel), onde entrou como cooperado em 17 de abril de 1971. Em 50 anos na cooperativa, passou boa parte deles à frente das principais decisões, sendo 26 anos como presidente e 13 como conselheiro administrativo.

Com passagens marcantes pelo cooperativismo agropecuário e no de crédito, fundou e foi o primeiro presidente do Sicoob Norte, tendo a “matrícula número 1”, como gostava de relembrar. Em nota de pesar, a cooperativa destacou as grandes habilidades e o espírito empreendedor de Toninho.

“Dotado de grandes habilidades, qualidades e empreendedorismo que desde cedo moldaram seu caráter e lhe guiaram no caminho pessoal e profissional, sempre foi e será um dos maiores e mais inspiradores líderes do cooperativismo nacional”.

A cooperativa lamentou a partida do líder cooperativista, destacando também que ele deixa um grande legado para familiares, amigos e todos que tiveram a oportunidade de conhecê-lo.

“Uma referência para todos que o conheceram e uma grande perda para o Café Conilon e para a cafeicultura como um todo. Rogamos a Deus que o acolha em seus braços e proporcione conforto a seus familiares e amigos”, informou a Sicoob Norte no texto de pesar.

Em seu perfil no Twitter, o governador do Espírito Santo, Renato Casagrande (PSB), lamentou a partida de Toninho e destacou que o produtor construiu uma das maiores cooperativas de café do país.

“Recebi com muita tristeza a notícia do falecimento do amigo Toninho da Cooabriel. Durante anos fui testemunha do seu trabalho responsável que edificou uma das maiores cooperativas de café do país. Minha solidariedade à família e aos amigos. Em sua homenagem, estamos de luto”, disse Casagrande.

Já o atual presidente da Cooabriel, Luiz Carlos Bastianelo, ressaltou que o fato de Toninho carregar no nome de como ele era conhecido o nome da cooperativa era uma prova do quanto se dedicou ao empreendimento.

“Ele era conhecido como Toninho da Cooabriel porque dedicou a vida toda à cooperativa, tinha uma visão muito empreendedora. A perda dele é muito lamentável para todos”, destacou.

O velório de Toninho ocorre no armazém da Cooabriel, em São Gabriel da Palha, e a previsão é que o sepultamento ocorra na manhã desta quinta-feira (13). 

Este vídeo pode te interessar

A Gazeta integra o

Saiba mais

Notou alguma informação incorreta no conteúdo de A Gazeta? Nos ajude a corrigir o mais rápido possível! Clique no botão ao lado e envie sua mensagem.

Envie sua sugestão, comentário ou crítica diretamente aos editores de A Gazeta.

Logo AG Modal Cookies

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.