Agência da Caixa registra fila gigante em Linhares

Os contribuintes se aglomeraram  em busca de informações para recebimento do auxílio emergencial de R$ 600 do governo federal

Publicado em 22/04/2020 às 18h33
Atualizado em 23/04/2020 às 00h24
Fila no Centro de Linhares
Fila no Centro de Linhares. Crédito: Eduardo Dias

No primeiro dia de retomada do funcionamento do comércio em Linhares, Norte do Espírito Santo, em meio à pandemia do novo coronavírus, outra cena cena chamou atenção nas ruas do Centro da cidade. Uma longa fila se formou na porta de uma agência da Caixa Econômica Federal. A aglomeração era de pessoas que buscam ter acesso ao auxílio emergencial no valor de R$ 600.

A movimentação na imediações do banco foi registrada já no início da manhã desta quarta-feira (12), em alguns momentos a fila de pessoas na calçada dobrou o quarteirão da Avenida Nogueira da Gama e se estendia pelas ruas da região central. As pessoas ficaram aglomeradas, sem respeitar a distância mínima de segurança para evitar a propagação do novo coronavírus.

Com o movimento intenso, a Prefeitura de Linhares informou que distribuiu máscaras de proteção para todas as pessoas que estavam na fila aguardando atendimento na agência. Essas máscaras são parte de uma carga de 200 mil unidades do produto que serão disponibilizadas pelo Executivo.

Além da distribuição de máscaras, agentes da Guarda Civil de Linhares estiveram na agência bancária para conscientizar a população sobre a importância de se evitar a aglomeração de pessoas no local.

“A Guarda Municipal tem atuado para conscientizar as pessoas sobre a importância do distanciamento social, de permanecerem em casa. Nossos agentes percorrem os bairros e o Centro em viaturas, emitindo alertas”, disse o secretário municipal de Segurança Pública e Defesa Social, Coronel Jones Mattos.

PROCEDIMENTO PARA RECEBER AUXÍLIO É DIGITAL

Assim como em Linhares, muitas pessoas têm procurado as agências da Caixa Econômica Federal para ter informações ou receber o auxílio-emergencial de R$ 600 do governo federal. A situação se repete em várias cidades do Espírito Santo, provocando filas e aglomerações.

Em entrevista ao Bom Dia ES, o superintendente da Caixa, Denis Mendes de Melo Matias, ressalta que não é necessário procurar a instituição, pois todo o procedimento é feito de forma digital. Segundo ele, os beneficiados precisam se cadastrar no aplicativo Auxílio-Emergencial, disponíveis nos sistemas Android e IOS ou no site www.auxilio.caixa.gov.br.

“As pessoas precisam fazer o cadastramento nas plataformas disponibilizadas pelo governo. O recebimento do benefício e a movimentação desses recursos serão feitos 100% de forma digital, sem a necessidade das pessoas saírem de casa. Neste momento, precisamos proteger a vida das pessoas. Estamos passando por um momento de grande pandemia e o cidadão precisa evitar aglomeração. Todas as solicitações e acompanhamento poderão ser feitos pelos canais de atendimento”, ressalta Matias.

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.