Incêndio atinge apartamento em condomínio na Serra

De acordo com o Corpo de Bombeiros, o incêndio ocorreu no 6° andar do prédio e chegou a atingir um quarto do andar de cima, mas as chamas já foram controladas

Publicado em 27/04/2020 às 14h16
Atualizado em 27/04/2020 às 16h38
Incêndio atingiu condomínio em bairro da Serra nesta segunda-feira (27)
Incêndio atingiu condomínio em bairro da Serra nesta segunda-feira (27). Crédito: Internauta

Um incêndio atingiu um apartamento de um condomínio no bairro Morada de Laranjerias, na Serra, por volta das 13h30  desta segunda-feira (27). De acordo com informações do Corpo de Bombeiros, o incêndio ocorreu no 6º andar do prédio, mas rapidamente se alastrou e também atingiu outro apartamento no andar de cima. O incêndio já foi controlado.

Segundo informações do Corpo de Bombeiros, o apartamento do 6º andar acabou tendo sua estrutura totalmente incendiada, enquanto no de cima apenas um aparelho de ar-condicionado e um colchão foram atingidos. 

Apesar dos prejuízos materiais, ninguém ficou ferido.

O Corpo de Bombeiros informou que acredita que o incêndio começou em um dos quartos do apartamento do 6º andar, mas que apenas após avaliação da perícia de incêndio as causas podem ser constatadas. A Defesa Civil Municipal também foi demandada para verificar a situação da parte estrutural do imóvel.

Moradores do condomínio informaram à reportagem da TV Gazeta que a fumaça tomou conta de todo o andar e que houve bastante gritaria. A moradora do apartamento disse que estava lavando as roupas e sentiu o cheiro de queimado vindo do quarto de sua filha, que não estava em casa, mas o fogo se alastrou rapidamente.

Os moradores logo desligaram a rede elétrica e a rede de gás e desceram de seus apartamentos. Segundo o tenente dos Bombeiros, essa é a orientação para casos como este.

O tenente do Corpo de Bombeiros Graça Júnior explicou que um dos quartos do apartamento foi muito deteriorado, o que sinaliza que o fogo começou no cômodo. "O apartamento foi bastante danificado, principalmente o quarto, o que dá a entender que começou por ali. Mas isso só pode ser afirmado após análise da perícia", alegou.

O tenente disse também que o fogo alcançou o andar de cima por conta da alta temperatura, que fez com que uma cortina fosse atingida. "Devido a temperatura, as chamas romperam a janela e atingiram o 7º andar, o fogo pegou na persiana e no ar-condicionado e estava pegando no colchão, mas a equipe logo identificou e conseguiu combater o incêndio", afirmou.

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.