ASSINE

Trabalhador morre atingido por pedra de granito em Alegre

O acidente aconteceu durante a extração de rochas na localidade de Santa Angélica. De acordo com a família, Sebastião Machado, de 58 anos, trabalhava há mais de 20 anos no setor

Cachoeiro de Itapemirim / Rede Gazeta
Publicado em 03/03/2021 às 11h27
O acidente aconteceu durante a extração de rochas na localidade de Santa Angélica
Sebastião Machado, de 58 anos, chegou a ser socorrido, mas não resistiu aos ferimentos. Crédito: Arquivo pessoal

Um trabalhador do setor de mármore e granito morreu na tarde desta terça-feira (2), em Alegre, no Sul do Espírito Santo, após ser atingido por uma pedra de granito. O acidente aconteceu durante a extração de rochas, na localidade de Santa Angélica.

Segundo a Polícia Militar, a vítima chegou a ser socorrida para o hospital de Jerônimo Monteiro, mas não resistiu aos ferimentos. Testemunhas contaram à polícia que uma pedra se desprendeu e atingiu a vítima, causando sérias lesões. O homem foi identificado como Sebastião Machado, de 58 anos. 

De acordo com a família, Sebastião trabalhava há mais de 20 anos no setor. A Polícia Militar informou ainda que registrou as informações e encaminhou a ocorrência para a Polícia Civil.

O QUE DIZ O SINDICATO

O  Sindicato dos Trabalhadores do Mármore e Granito do Espírito Santo informou na manhã desta quarta-feira (3) que não tinha conhecimento do acidente e que iria apurar as informações. 

O QUE DIZ A EMPRESA

A empresa informou, por meio de nota, que, infelizmente, foi uma fatalidade e que está dando toda a assistência possível para a família. Disse também que está aguardando os procedimentos de perícia técnica, bem como os laudos para dar andamento a todos os procedimentos legais. Confira a nota na íntegra.

"É com muito pesar que tivemos a notícia do falecimento de nosso colaborador apesar do socorro ter sido prestado de forma imediata. Infelizmente foi uma fatalidade, que apesar de estarmos cumprindo todas as regras de segurança do trabalho, bem como a utilização de todos os equipamentos de segurança, acidentes podem ocorrer em nosso setor de atuação do Mármore e Granitos. Apesar disso, estamos dando toda a assistência possível para a família que perdeu seu ente querido, por meio de toda a nossa assessoria jurídica, e corpo de funcionários. Podemos garantir que nesse momento de luto os familiares não ficarão desassistidos e podem contar com toda a nossa dedicação e solidariedade. Nesse momento a empresa além de estar prestando assistência aos familiares está aguardando os procedimentos de perícia técnica bem como os laudos para dar andamento a todos os procedimentos legais."

O QUE DIZ A POLÍCIA CIVIL

A Polícia Civil informou que o fato será investigado por meio da Delegacia de Polícia de Alegre e que o local do acidente será periciado e, somente após o resultado do laudo da perícia de engenharia, será possível determinar a causa do acidente e responsabilizações. O prazo para a confecção do laudo é de 30 dias

DOIS TRABALHADORES MORRERAM NA QUINTA

Na última quinta-feira (25), dois trabalhadores morreram em Vargem Alta, também na Região Sul do Estado, em um acidente de trabalho. Jair Marconcini Mozer, de 41 anos, e Adriano Pizetto, de 18 anos, foram atingidos por chapas de granito enquanto atuavam em uma empresa do setor de rochas.

Jair Marconcini Mozer e Adriano Pizetto estavam descarregando um caminhão que estava carregado com chapas de granito
Jair Marconcini Mozer e Adriano Pizetto estavam trabalhando quando foram atingidosna última quinta. Crédito: Arquivo pessoal

A Gazeta integra o

Saiba mais
Alegre acidente granito

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.