ASSINE

Saiba identificar a nova nota de R$ 200 para não cair em golpes

O Banco Central recomenda verificar pelo menos três dos elementos de segurança sempre que receber a nova cédula,  que entrou em circulação nesta quarta (2)

Publicado em 02/09/2020 às 16h22
O Banco Central (BC) lançou nesta quarta-feira (02/09) a nova nota de R$ 200,00 com a imagem do lobo-guará.
O Banco Central (BC) lançou a nova nota de R$ 200 com a imagem do lobo-guará. . Crédito: Raphael Ribeiro/BCB

A nova nota de R$ 200 mal foi lançada e já tem cédula falsa circulando no mercado. Junto com a apresentação da nova integrante do real, o Banco Central também anunciou nesta quarta-feira (2) quais são os dispositivos de segurança presentes nela. A autarquia federal recomenda que o ideal é que o cidadão confira pelo menos três deles ao receber a cédula.  Veja abaixo como se proteger:

ELEMENTOS VISUAIS

Alguns elementos de segurança na nova cédula de R$ 200, e que também estão presentes nas demais, são as marcas d'água. São figuras que aparecem quando o usuário segura a cédula contra a luz. Em todas as notas do real é possível ver dessa maneira o animal que a estampa e o valor.

Lobo-Guará aparece contra a luz em nota de R$ 200
Lobo-Guará aparece contra a luz em nota de R$ 200. Crédito: Reprodução / Banco Central

Outro sinal também visível contra a luz é um elemento que o Banco Central chama de quebra-cabeça. Trata-se de uma série de símbolos na frente da cédula que, quando colocados contra a luz, mostram o número 200.

Quebra-cabeça na nota de R$ 200 também é visível contra a luz
Quebra-cabeça na nota de R$ 200 também é visível contra a luz. Crédito: Reprodução / Banco Central

ALTO-RELEVO

Também é possível sentir nos dedos se uma nota é ou não suspeita. Alguns elementos na cédula de R$ 200 estão em alto-relevo. São eles as palavras "República Federativa d Brasil" no topo da cédula, as flores e frutos presentes nas duas laterais e o número 200. No verso da nota, também estão em alto-relevo as palavras "Banco Central do Brasil", parte do desenho do lobo e o número 200.

Alguns elementos na cédula de R$ 200 estão em alto-relevo e podem ser sentido no tato
Alguns elementos na cédula de R$ 200 estão em alto-relevo e podem ser sentido no tato. Crédito: Reprodução / Banco Central

OUTROS DISPOSITIVOS DE SEGURANÇA

A cédula de R$ 200 tem ainda outros dispositivos de segurança para evitar fraudes. Um dos mais visíveis, e que não está presente nas outras notas de real, é o número que muda de cor.  Ao movimentar a cédula, o usuário vai ver que o "200" no alto muda de azul para verde.

Número muda de cor na nota de R$ 200
Número muda de cor na nota de R$ 200 . Crédito: Reprodução / Banco Central

Há ainda o chamado "número escondido". Há um em cada lado da cédula. Para vê-lo é preciso colocar a nota na horizontal, próximo da linha de visão.

Cédula de R$ 200 tem número escondido como dispositivo de segurança
Cédula de R$ 200 tem número escondido como dispositivo de segurança. Crédito: Reprodução / Banco Central

INCLUSÃO

A cédula de R$ 200 também ganhou referências táteis para facilitar a vida dos deficientes visuais. O mecanismo está presente também nas demais notas. Ele ajuda pessoas que têm problemas de visão a identificar quanto de dinheiro estão recebendo ou quanto precisam pagar.  A nova cédula tem três barras inclinadas.

Linhas em alto-relevo indicam valor da nova cédula de R$ 200 para deficientes visuais
Linhas em alto-relevo indicam valor da nova cédula de R$ 200 para deficientes visuais. Crédito: Reprodução / Banco Central

MAIS DINHEIRO EM CIRCULAÇÃO

De acordo com a diretora de administração do Banco Central, Carolina de Assis Barros, a necessidade de incorporar essa nova cédula ao conjunto da família do real decorre de um aumento extraordinário da demanda por papel-moeda na economia – causada pelos saques do auxílio emergencial de R$ 600 e do FGTS – e a redução com impressão de papel-moeda. Para isso, neste ano, a Casa da Moeda vai imprimir 450 mil unidades da nota de R$ 200, o que equivale a R$ 90 bilhões.

A Gazeta integra o

Saiba mais
Banco Central dinheiro

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.