ASSINE

Petrobras vende 27 campos de petróleo no ES por R$ 640 milhões

A negociação ainda depende de aprovação da Agência Nacional do Petróleo (ANP)

Publicado em 27/08/2020 às 21h47
Atualizado em 28/08/2020 às 17h08
Data: 06/12/2019 - ES - Linhares - Estação de tratamento de petróleo da Petrobras Fazenda Alegre
A produção média do Polo Cricaré de janeiro a junho de 2020 foi de cerca de 1,7 mil barris por dia (bpd) de óleo e 14 mil m³/dia de gás. Crédito: Carlos Alberto Silva

A Petrobras informou nesta quinta-feira (27) que assinou o contrato para a venda de sua participação em 27 concessões terrestres de exploração e produção de petróleo, localizadas no Espírito Santo, conhecidas como Polo Cricaré. O acordo foi firmado com a Karavan SPE Cricaré S.A., uma Sociedade de Propósito Específico (SPE).

A empresa é formada pela Karavan O&G Participações e Consultoria Ltda, com 51%, e com a Seacrest Capital Group Limited, que figura como equity provider, e deterá os demais 49%.

O valor da venda é de US$ 155 milhões (R$ 640 milhões), sendo US$ 11 milhões pagos no ato da assinatura; US$ 26 milhões no fechamento da transação e US$ 118 milhões em outros pagamentos previstos em contrato.  A negociação ainda depende de aprovação da Agência Nacional do Petróleo (ANP).

Segundo a Petrobras, essa venda está alinhada à estratégia da empresa que passou a concentrar cada vez mais os seus recursos na exploração de petróleo e gás em águas profundas e ultra profundas.

SOBRE O POLO CRICARÉ

O Polo Cricaré compreende 27 concessões terrestres: campos de Biguá, Cacimbas, Campo Grande, Córrego Cedro Norte, Córrego Cedro Norte Sul, Córrego Dourado, Córrego das Pedras, Fazenda Cedro, Fazenda Cedro Norte, Fazenda Queimadas, Fazenda São Jorge, Guriri, Inhambu, Jacutinga, Lagoa Bonita, Lagoa Suruaca, Mariricu, Mariricu Norte, Rio Itaúnas, Rio Preto, Rio Preto Oeste, Rio Preto Sul, Rio São Mateus, São Mateus, São Mateus Leste, Seriema e Tabuiaiá, que estão localizados no estado do Espírito Santo, nos municípios de São Mateus, Jaguaré, Linhares e Conceição da Barra.

A Petrobras é operadora com 100% de participação nessas concessões.

A produção média do Polo Cricaré de janeiro a junho de 2020 foi de cerca de 1,7 mil barris por dia (bpd) de óleo e 14 mil m³/dia de gás.

Com informações da Petrobras.

Petrobras Petróleo

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.