ASSINE

Nestlé anuncia troca no comando da Chocolates Garoto

Chileno que chefiava as operações da empresa no Caribe vai assumir a gestão da fábrica capixaba, que era feita por Liberato Milo há oito anos

Chocolates Garoto
Chocolates Garoto passa por mudanças no comando da empresa. Crédito: Chocolates Garoto/Divulgação

A Nestlé, detentora da marca Garoto, anunciou nesta sexta-feira (13) a troca de comando à frente da divisão de chocolates no Brasil. O chileno Patricio Torres assume o cargo de vice-presidente de Chocolates da companhia em substituição a Liberato Milo, que ficou no posto por oito anos.

Uma das principais atribuições do cargo é o comando da produção da Garoto. O anúncio foi feito pelos executivos nesta sexta-feira (13) durante uma entrevista coletiva na sede da fábrica capixaba, em Vila Velha, que passa a ser chefiada por Torres com as mudanças.

Durante o período que ficou à frente da empresa, Milo destacou algumas mudanças importantes no processo de fabricação, inclusive voltadas para o meio ambiente. As medidas devem ser mantidas pela nova gestão. Ele lembrou que a empresa investiu mais de R$ 1 bilhão em melhorias e novos produtos, sendo R$ 200 milhões na estrutura fabril da Garoto. A planta capixaba recebeu um prédio adicional para abrigar duas novas linhas de produção.

Liberato Milo

Executivo da Nestlé/Garoto

"A Garoto é uma empresa que nasceu em terra capixaba e tenho muita satisfação de ter ficado à frente dessa organização 100% brasileira. Investimos em novas tecnologias, inovamos em produtos para ser o número um do mercado, gerando empregos e assegurando o futuro de muita gente"

Outro ponto destacado pelo executivo é a preocupação da empresa com a sustentabilidade. Segundo ele, houve uma redução significativa na emissão de CO2. Para isso, a empresa diminuiu a quantidade de caminhões que transportam os produtos. Hoje, são 1,4 mil caminhões a menos nas ruas.

R$ 200 MILHÕES

Foram investidos na fábrica de Vila Velha

“Além disso, redesenhamos a caixa amarela e retiramos o plástico, representando 600 toneladas a menos desse item. Uma outra mudança foi a redução de 20 toneladas de açúcar dos produtos, que foram recompensados com leite e cacau”, ressaltou Milo, que volta para a Suíça e passa a liderar a empresa globalmente.

A Chocolates Garoto foi fundada em 1929 por Henrich Meyerfreund e comprada pela Nestlé em 2002, por cerca de R$ 250 milhões. A aquisição acabou sendo vetada dois anos mais tarde pelo Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade).

Depois de uma série de decisões judiciais, o presidente do órgão antitruste, Alexandre Barreto, determinou a reabertura do caso no mês de junho deste ano

APOIO A PRODUTORES DE CACAU

Segundo a empresa, a marca está reforçando seu compromisso com o crescimento rural em iniciativas que buscam o desenvolvimento sustentável das fazendas de cacau, com ênfase na melhoria da qualidade do fruto, produtividade e rentabilidade das propriedades.

Milo observou que o parque tecnológico do grupo no Espírito Santo ajuda a desenvolver tecnologias e inovações para todo o Grupo Nestlé. Já a matéria prima, o cacau, é adquirida de produtores do Espírito Santo, Bahia e Pará.

Patricio Torres e Liberato Milo, executivos da Nestlé/Garoto. Crédito: Nestlé/Divulgação
Patricio Torres e Liberato Milo, executivos da Nestlé/Garoto. Crédito: Nestlé/Divulgação

Patricio Torres, que passa a comandar a divisão de chocolates da Nestlé e Garoto a partir de agora, afirmou ser uma grande responsabilidade estar à frente da companhia. Ele está na organização desde 1995 e ultimamente ocupava o cargo de presidente da Nestlé na região do Caribe, sendo responsável por 23 territórios.

Patricio Torres

Novo VP de Chocolates da Nestlé

"Foi muito emocionante estar na fábrica capixaba e conhecer onde são produzidos os produtos que o mundo todo consome. A empresa tem mais de 90 anos e eu estou em uma nova etapa da minha carreira, motivado por saber que vou representar muita gente e trabalhar para que a marca continue crescendo"

Até 2024, a Chocolates Garoto se comprometeu em reduzir 500 toneladas de materiais de embalagens que são recicláveis, mas que não têm cadeia de reciclagem no Brasil atualmente.

PÁSCOA

A Garoto já se prepara para começar a produção de Páscoa 2022. A fábrica de Vila Velha ficará responsável pela fabricação de todos os ovos de chocolate das marcas Garoto e Nestlé entre os meses de setembro e janeiro.

“Teremos vários itens de lançamento para o público infantil e jovem. Para isso, vamos contratar cerca de 300 profissionais temporários. A seleção será feita em parceria com o Sine de Vila Velha”, informou o diretor da fábrica, Michey Piatavinha.

A Garoto é uma das 10 maiores fábricas de chocolates do mundo. A empresa conta com um portfólio de aproximadamente 80 produtos. Dentre eles estão caixas de bombons, tabletes, ovos de Páscoa e chocolate para uso culinário, que podem ser encontrados em mais de 20 países. Seus maiores sucessos são a caixa amarela, os tabletes com a marca Garoto, e os chocolates Baton, Talento e Serenata de Amor.

Este vídeo pode te interessar

A Gazeta integra o

Saiba mais

Notou alguma informação incorreta no conteúdo de A Gazeta? Nos ajude a corrigir o mais rápido possível! Clique no botão ao lado e envie sua mensagem.

Envie sua sugestão, comentário ou crítica diretamente aos editores de A Gazeta.

Logo AG Modal Cookies

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.