ASSINE

Indústria do ES tenta espantar a crise, mas fica estável em junho

Produção do setor apresentou crescimento de 0,4% no sexto mês do ano em comparação com maio, mas  ainda tem a segunda maior retração no ano entre os Estados

Publicado em 11/08/2020 às 13h03
Atualizado em 11/08/2020 às 13h03
Trem de carga da Vale transportando minério na ferrovia Vitória x Minas, em Serra, ES.
Trem de carga da Vale transportando minério para o Complexo de Tubarão, local onde  produto é transformado em pelotas ou enviado  para a exportação. Crédito: Vitor Jubini

A indústria do Espírito Santo apresentou certa estabilidade em junho, após apresentar vários períodos de retração. Segundo a Pesquisa Industrial Mensal, feita pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a produção cresceu apenas 0,4% no sexto mês do ano. 

O leve crescimento não foi capaz de reduzir os reflexos da crise do novo coronavírus no setor industrial capixaba. Em comparação com o mesmo mês de 2019, o resultado foi 32,4% menor.

Entre os 14 Estados que cresceram, o Espírito Santo foi o que teve pior resultado. Das 15 localidades pesquisadas, apenas o Mato Grosso apresentou retração na indústria, de acordo com o IBGE.

Segundo dados do IBGE, no ano, a indústria do Estado acumula perda de 20,8%, a segunda mais alta do país, puxada principalmente pelo segmento extrativo (mineração e petróleo) e metalurgia.

Conforme mostrou A Gazeta, no segundo trimestre deste ano, a Vale, companhia com grande peso na economia local, reduziu a produção de pelotas de minério de ferro. O resultado foi o pior para a empresa desde 2012. O resultado das medidas impactaram fortemente nos dados da indústria capixaba.

A Gazeta integra o

Saiba mais
Coronavírus no ES indústria

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.