ASSINE

"ES perde um empreendedor e uma voz a favor da democracia", dizem empresários sobre morte de Cariê

Fundador da Rede Gazeta faleceu na madrugada desta terça-feira (6), aos 85 anos. Logo no início do dia, autoridades empresariais do Estado prestaram condolências e falaram sobre a contribuição do empresário ao Espírito Santo

Vitória / Rede Gazeta
Publicado em 06/04/2021 às 09h36
Atualizado em 06/04/2021 às 16h53
Cariê Lindenberg no lançamento do livro Vou te Contar
Cariê Lindenberg no lançamento do livro Vou te Contar. Crédito: Ricardo Medeiros

A morte do fundador da Rede Gazeta, Cariê Lindenberg, 85 anos, na manhã desta terça-feira (6), causou comoção entre autoridades empresariais capixabas. Muitos fizeram homenagens, lembrando sua trajetória de sucesso e suas importantes contribuições para a história do Espírito Santo.

Responsável pelo surgimento da TV Gazeta e do site Gazeta Online – hoje A Gazeta -, Carlos Fernando Lindenberg Filho presidia o Conselho de Administração da Rede. Além da trajetória no jornalismo, também atuou como empresário, músico e escritor.

Cariê faleceu nesta madrugada, após complicações causadas por uma pneumonia. Logo no início do dia, empresários capixabas prestaram suas condolências.

Cariê Lindenberg

Carlos Fernando Lindenberg Filho, o Cariê, durante o trabalho, em retrato de 1996
Carlos Fernando Lindenberg Filho, o Cariê, durante o trabalho, em retrato de 1996. Arquivo
Cariê Lindenberg no lançamento do livro Vou te Contar
Cariê Lindenberg no lançamento do livro Vou te Contar. Ricardo Medeiros
Carlos Fernando Lindenberg Filho, Cariê, em retrato da infância
Carlos Fernando Lindenberg Filho, Cariê, em retrato da infância. Arquivo pessoal
Carlos Fernando Lindenberg Filho, Cariê, em retrato de 2018, entrevistado sobre os 90 anos da Rede Gazeta
Carlos Fernando Lindenberg Filho, Cariê, em retrato de 2018, entrevistado sobre os 90 anos da Rede Gazeta. Bernardo Coutinho
Carlos Fernando Lindenberg Filho, Cariê, durante lançamento do livro Vou te Contar, na Rede Gazeta, em 2019
Carlos Fernando Lindenberg Filho, Cariê, durante lançamento do livro Vou te Contar, na Rede Gazeta, em 2019. Vitor Jubini
Carlos Fernando Lindenberg Filho (Cariê)
Carlos Fernando Lindenberg Filho (Cariê). Acervo A Gazeta
Carlos Fernando Lindenberg Filho (Cariê)
Carlos Fernando Lindenberg Filho (Cariê). Gildo Loyola
Carlos Fernando Lindenberg Filho, o Cariê, em retrato de 2017
Carlos Fernando Lindenberg Filho, o Cariê, em retrato de 2017. Guilherme Ferrari
Carlos Fernando Lindenberg Filho (Cariê) em retrato de 1987
Carlos Fernando Lindenberg Filho (Cariê) em retrato de 1987. Valter Monteiro
Carlos Fernando Lindenberg Filho (Cariê)
Carlos Fernando Lindenberg Filho (Cariê). Acervo A Gazeta
Cariê Lindenberg durante entrevista para A Gazeta
Carlos Fernando Lindenberg Filho, o Cariê, em retrato de 2017. Guilherme Ferrari/01/08/2017
Carlos Fernando Lindenberg Filho, o Cariê, em retrato de 1984
Carlos Fernando Lindenberg Filho, o Cariê, em retrato de 1986. Gildo Loyola
Carlos Fernando Lindenberg Filho, o Cariê, em retrato de 1986
Carlos Fernando Lindenberg Filho, o Cariê, em retrato de 1986. Joaquim Nunes
Carlos Fernando Lindenberg Filho, o Cariê, em retrato de 1986
Carlos Fernando Lindenberg Filho, o Cariê, em retrato de 1986
Carlos Fernando Lindenberg Filho, o Cariê, em retrato de 1986
Carlos Fernando Lindenberg Filho, o Cariê, em retrato de 1986
Carlos Fernando Lindenberg Filho, o Cariê, em retrato de 1986
Carlos Fernando Lindenberg Filho, o Cariê, em retrato de 1986
Carlos Fernando Lindenberg Filho, o Cariê, em retrato de 1986
Carlos Fernando Lindenberg Filho, o Cariê, em retrato de 1986
Carlos Fernando Lindenberg Filho, o Cariê, em retrato de 1986
Carlos Fernando Lindenberg Filho, o Cariê, em retrato de 1986
Carlos Fernando Lindenberg Filho, o Cariê, em retrato de 1986
Carlos Fernando Lindenberg Filho, o Cariê, em retrato de 1986
Carlos Fernando Lindenberg Filho, o Cariê, em retrato de 1986

O diretor-presidente do movimento ES em Ação, Fábio Brasileiro, lamentou a perda e falou sobre a contribuição deixada ao desenvolvimento do Estado.

Fábio Brasileiro

Fábio Brasileiro

Presidente do ES em Ação

"O ES em Ação lamenta profundamente a morte do empresário Carlos Fernando Lindenberg Filho, o Cariê, um dos fundadores do movimento empresarial. O Estado perde um homem à frente do seu tempo, empreendedor do ramo de comunicação e uma voz em favor da democracia e da liberdade de imprensa. Uma liderança de grande contribuição para o desenvolvimento do Estado. Expressamos nossas sinceras condolências a toda a família por meio de seu filho Café Lindenberg, também conselheiro do ES em Ação, neste momento de perda e dor "

A presidente da Federação das Indústrias do Espírito Santo (Findes), Cristhine Samorini, destacou o trabalho de Cariê como “defensor da liberdade, da ética e do jornalismo independente”.

Cristhine Samorini

Cristhine Samorini

Presidente da Findes

"A Findes lamenta profundamente a perda de Cariê Lindenberg, uma das maiores lideranças empresariais do Espírito Santo, criador da Rede Gazeta, incansável defensor da liberdade, da ética e do jornalismo independente. Tinha compromisso sincero com o desenvolvimento econômico e social do Estado. Era também fazendeiro, músico, escritor, artista. Mas o jornalismo era a sua grande paixão. Seus valores permanecem como referência para todos nós. Nossos sentimentos a todos os amigos e familiares "

O empresário Leonardo de Castro, ex-presidente da Findes e vice-presidente da Confederação Nacional das Indústrias (CNI), disse que a perda se soma a uma série de notícias ruins nos últimos meses e diz que a morte de Cariê, num momento em que o país precisa de pessoas com uma visão mais humanas, é lastimável.

Leonardo de Castro

Leonardo de Castro

Empresário

"Mais uma notícia ruim para todos nós, em uma série de notícias ruins nos últimos tempos. O Cariê foi uma figura muito importante na cultura, no jornalismo, na política e no mundo empresarial. Influenciou de forma importante muito do que o Espírito Santo é hoje nessas áreas. Foi uma pessoa que tinha uma vida bem completa. Deixa um legado relevante, uma família que dá sequência a várias iniciativas que ele teve. É uma pessoa que vai fazer falta ao ES por sua inteligência, sua convivência. É uma pena, num momento em que o pais precisa de pessoas com uma visão mais humana, mais ampla, perder uma referência como foi Cariê "

O presidente da Federação da Agricultura e Pecuária do Estado do Espírito Santo (Faes), Júlio Rocha, destacou a participação de Cariê no segmento da agricultura, já descrita por ele em entrevista como uma de suas maiores paixões.

Júlio Rocha

Júlio Rocha

Presidente da Faes

"A Faes apresenta condolências e votos de sinceros sentimentos pela perda de Cariê. Como pecuarista, tivemos a honra de emprestar sua atenção, sua competência para dirigir a Federação da Agricultura. Nos ajudou muito. Foi um orgulho da categoria. É uma perda lamentável, que poderemos homenagear fazendo um pouco de tudo que ele gostava. Que Deus conforte a todos os seus familiares, amigos e a equipe da Rede Gazeta"

Emocionado, o presidente da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Espírito Santo (Fecomércio-ES), José Lino Sepulcri, lamentou a perda do empresário, por quem disse sentir imenso carinho.

José Lino Sepulcri

José Lino Sepulcri

Presidente da Fecomércio-ES

"Para nós, é uma perda irreparável e que com certeza vai deixar uma lacuna enorme no desenvolvimento de nosso Estado. Temos um carinho enorme pela família Lindenberg, que tanto contribuiu para o desenvolvimento empresarial e comercial de nosso Estado, em especial Cariê, por meio da fundação da Rede Gazeta "

Em nota, a ArcelorMittal Tubarão também lamentou a morte do empresário que, segundo a companhia, "deixa um legado de valores incomensuráveis, como ética, respeito e empreendedorismo, mas também de talentos artísticos e grande sensibilidade."

ArcelorMittal Tubarão

Nota enviada pela empresa

"A ArcelorMittal Tubarão lamenta, com profundo pesar, a morte do empresário Carlos Lindenberg Filho. Grande entusiasta do jornalismo, Cariê deixa um legado de valores incomensuráveis, como ética, respeito e empreendedorismo, mas também de talentos artísticos e grande sensibilidade. Um ser humano ímpar e cuja presença inestimável fará grande falta para a comunicação capixaba e para todo o Espírito Santo. À Rede Gazeta, seus profissionais e, principalmente, aos seus familiares, os nossos mais sinceros sentimentos."

O diretor de Comunicação da Vale, Júlio Gama, se pronunciou em nome da empresa e disse lamentar a perda de um dos grandes responsáveis por fortalecer e dar visibilidade à identidade capixaba e às iniciativas que promovem o desenvolvimento do Espírito Santo. 

Julio Gama

Diretor de Comunicação da Vale

"Em nome dos empregados da Vale, lamento profundamente a perda de Cariê Lindenberg, uma das maiores lideranças empresariais do Espírito Santo. Um defensor do jornalismo independente e ético. Responsável por fortalecer e dar visibilidade à identidade capixaba e às iniciativas que promovem o desenvolvimento econômico, social e cultural do Espírito Santo. Nossos sinceros sentimentos aos familiares, amigos e a toda a Rede Gazeta"

O presidente da Federação das Empresas de Transportes do Espírito Santo (Fetransportes), Jerson Picoli, também prestou sua solidariedade.

Jerson Picoli

Presidente do Sistema Fetransportes

"O Sistema Fetransportes se solidariza à família de Cariê Lindenberg. Empreendedor nato com alma de artista, Cariê não foi apenas o responsável pelo surgimento da maior rede de comunicação do Espírito Santo. Foi uma grande pessoa, empreendedor, que amou o Espírito Santo e vai deixar muita saudade. Deixo aqui nosso abraço"

O Grupo Águia Branca também lamentou a morte de Cariê. Por meio de nota, Wander, Aylmer, Nilton, Wagner, Renan, Decio, Kaumer, Riguel e Patrícia Chieppe destacaram que acompanharam de perto toda a trajetória da Rede Gazeta "e, especialmente, a bela história de seu pai, um visionário, homem de uma alegria de viver contagiante, que fez do Espírito Santo seu ideal de vida."

O presidente do grupo Renan Chieppe destacou que o legado deixado pelo empresário vai além da trajetória profissional.

Renan Chieppe

Renan Chieppe

Presidente do Grupo Águia Branca

"Cariê foi alguém que representou uma coisa muito elevada no jornalismo, na formação de opinião. Ele foi uma pessoa brilhante, e sempre conseguiu colocar as opiniões e ideias dele com muita autenticidade e gentileza. Era uma pessoa querida, que formou uma família também de pessoas brilhantes, pela qual eu tenho muito admiração e até uma amizade pessoal, e acho que ele transmitiu bem seus valores. O legado que ele deixa agora vai além da trajetória empresarial "

O Sindicato dos Concessionários e Distribuidores de Veículos do Espírito Santo (Sincodives) também lamentou a perda.

Riguel Chieppe

Presidente do Sincodives

"O Sincodives, em nome da diretoria e de todos os concessionários de veículos do Estado, recebe com pesar a notícia do falecimento do Sr. Carlos Fernando Monteiro Lindenberg Filho (Cariê), fundador de A Gazeta. Expressamos os nossos sinceros sentimentos as familiares e amigos neste momento de infinita dor e tristeza de perda irreparável. O nosso Senhor Deus estará presente em vossas vidas e confortará todos os seus entes queridos e amigos"

O presidente da Associação Brasileira de Agências de Publicidade no Espírito Santo (Abap-ES), Luiz Roberto Cunha, destacou que Cariê sempre foi um entusiasta e incentivador dos valores capixabas.

Luiz Roberto Cunha

Presidente da ABAP-ES

"Mais que um empresário de sucesso, Cariê sempre foi um entusiasta e incentivador dos valores capixabas. Com a Rede Gazeta, o maior grupo de comunicação do Espírito Santo, impulsionou e contribuiu para a profissionalização do mercado em nosso Estado, repercutindo diretamente na evolução da publicidade capixaba, na geração de negócios e no crescimento da economia local, e o reconhecimento dessa contribuição veio em 2015 com a Medalha Cacau Monjardim concedida pelo Sinapro-ES às personalidades que fizeram a história da publicidade Capixaba. Que o seu legado seja a nossa inspiração. À família Lindenberg e a Rede Gazeta nossos sentimentos"

O vice-presidente de Chocolates da Nestlé Brasil e Garoto, Liberato Milo, lamentou a morte, destacando que Cariê foi um "um empresário à frente do seu tempo, que tanto fez pelo jornalismo capixaba e pelo desenvolvimento econômico, social e cultural do Estado."

Liberato Milo

Vice-presidente de Chocolates da Nestlé Brasil

"Recebemos com muita tristeza a notícia do falecimento de Cariê Lindenberg, um empresário à frente do seu tempo, que tanto fez pelo jornalismo capixaba e pelo desenvolvimento econômico, social e cultural do Estado do Espírito Santo. Em nome da Garoto, expresso nossos mais sinceros sentimentos e solidariedade, em especial aos familiares, amigos e colaboradores da Rede Gazeta, com respeito e reconhecimento ao legado que fica para toda a nossa sociedade"

Alexandre Nunes Theodoro, presidente do Conselho Deliberativo do movimento ES em Ação, do qual Cariê foi um dos conselheiros fundadores, relembrou a convivência com Carlos Fernando e disse que sua partida pegou a todos de surpresa.

Alexandre Nunes Theodoro

Alexandre Nunes Theodoro

Presidente do Conselho Deliberativo do ES em Ação

"Cariê sempre quis o melhor para o Estado. Em nossas reuniões, víamos seu incômodo, sua indignação com o que estava errado, mas, ao mesmo tempo, o empenho em enfrentar os desafios que surgiam. Ele sempre foi muito participativo, atencioso, e tinha sempre uma mensagem de incentivo e orientação sobre nossos progressos. Era singular a forma como ele cuidava de tudo e de todos. E era muito fácil perceber na fala dele o quanto ele gostava da vida. Era muito positivo em tudo que falava, e sempre encontrava uma maneira de tornar os dias melhores, inclusive por meio da música, que compartilhava conosco aos domingos, por meio das redes de contato do movimento empresarial. Parece que ele acordava e pensava: isso aqui faz a diferença. E fazia. Ele vai fazer muita falta para todos nós"

Cariê Lindenberg no comando da Rede Gazeta

Café e Cariê Lindenberg observam máquinas em ação no parque gráfico do Jornal A Gazeta, em 1999
Café e Cariê Lindenberg observam máquinas em ação no parque gráfico do Jornal A Gazeta, em 1999 . Acervo A Gazeta
 Diretoria da Rede Gazeta recebe exemplares de Jornais históricos de A Gazeta, em 1987
Diretoria da Rede Gazeta recebe exemplares de Jornais históricos de A Gazeta, em 1987. Nestor Muller
Carlos Fernando Lindenberg Filho (Cariê) assina o contrato de compra da impressora de A Gazeta em 1996
13-10-1996 - Carlos Fernando Lindenberg Filho (Cariê) assinando o contrato de compra da impressora - Foto Gildo Loyola. Gildo Loyola
Carlos Fernando Lindenberg Filho (Cariê) recebe comenda no Palácio Anchieta, em 1979
Carlos Fernando Lindenberg Filho (Cariê) recebe comenda no Palácio Anchieta, em 1979. Acervo A Gazeta
Carlos Fernando Lindenberg Filho (Cariê) durante entrevista na TVE em 1996
12-085-1996 - Carlos Fernando Lindenberg Filho (Cariê) durante entrevist na TVE - Foto Carlos A. Silva-SECOM. Carlos Alberto Silva
Cariê (primeiro à esquerda) na Comissão O Espirito na Constituinte, reunida na Rede Gazeta em 1985
Cariê (primeiro à esquerda) na Comissão O Espirito na Constituinte, reunida na Rede Gazeta em 1985 . José A. Magnago / Arquivo AG
Cariê (primeiro à esquerda) na Comissão O Espirito na Constituinte, reunida na Rede Gazeta em 1985
Cariê (primeiro à esquerda) na Comissão O Espirito na Constituinte, reunida na Rede Gazeta em 1985
Cariê (primeiro à esquerda) na Comissão O Espirito na Constituinte, reunida na Rede Gazeta em 1985
Cariê (primeiro à esquerda) na Comissão O Espirito na Constituinte, reunida na Rede Gazeta em 1985
Cariê (primeiro à esquerda) na Comissão O Espirito na Constituinte, reunida na Rede Gazeta em 1985
Cariê (primeiro à esquerda) na Comissão O Espirito na Constituinte, reunida na Rede Gazeta em 1985

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.