ASSINE

Comércio do ES espera abrir até 3 mil vagas temporárias até o Natal

A expectativa é de que 20% dessas pessoas possam ser efetivadas. No ano passado, o setor foi fortemente impactado com restrições por conta da Covid-19

Publicado em 27/09/2021 às 20h09
Movimento de pessoas no comércio da Glória, em Vila Velha
Movimento de pessoas no comércio da Glória, em Vila Velha. Crédito: Ricardo Medeiros

Faltando pouco menos de três meses para o Natal, a Federação do Comércio do Espírito Santo (Fecomercio-ES) estima que serão  criados entre 2 a 3 mil empregos temporários no Estado para atender à demanda da temporada de compras. A expectativa é de um aumento de 5% de vendas em relação ao mesmo período do ano passado, segundo levantamento divulgado pela entidade.

Historicamente, a temporada de ofertas de vagas no comércio ocorria entre os meses de setembro e novembro. Mas, com as mudanças provocadas pela crise econômica e com a pandemia da Covid-19, as empresas passaram a postergar as vagas até a primeira semana de dezembro.

O maior volume de contratações para o período será no segmento de vestuário, acessórios e calçados, além dos hiper e supermercados. A maioria das vagas abertas será para vendedores, atendentes, operadores de caixa e repositores de mercadorias. A expectativa é de que 20% dessas pessoas possam ser efetivadas posteriormente.

O Natal é considerada a melhor e mais esperada data comemorativa do ano para o comércio, sendo uma oportunidade para garantir as vendas. Neste ano, ela é ainda mais esperada, considerando as perdas sofridas pelos empresários do ramo com as restrições impostas pela pandemia em 2020.

Com a ampliação da vacinação e a redução de casos e mortes, as restrições diminuíram e o número de consumidores circulando em estabelecimentos comerciais aumentou. 

Além do mês de dezembro, os dois primeiros meses do ano seguinte também são importantes para movimentar a cadeia do comércio de bens, serviços e turismo.

A Gazeta integra o

Saiba mais
Empregos (ES) Natal Comércio Mercado de trabalho

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.