ASSINE

Apesar de agenda lotada, diretores de empresas têm tempo para lazer

Dia a dia de executivos do ES está repleto de obrigações, mas os CEOs não abrem mão de cuidar dos filhos, de estar com amigos e de praticar esportes

Publicado em 04/11/2019 às 13h19
Luiz Coutinho gosta de andar de moto aos finais de semana. Crédito: Ricardo Medeiros
Luiz Coutinho gosta de andar de moto aos finais de semana. Crédito: Ricardo Medeiros

O relógio ainda marca 5 horas da manhã quando Cosme Peres, Xuxu Neffa e Antony Moreira já estão de pé para suas primeiras atividades. O dia desses executivos começa agitado com exercícios físicos, estudo e cuidado com as crianças, respectivamente. Um pouco depois, por volta das 6h30, chega a vez de Luiz Coutinho e Raphael Brotto acordarem para colocar em prática a agenda pensada no dia anterior.

Apesar de terem um dia a dia recheado de compromissos e de reuniões, os cinco líderes, ou CEOs, procuram conciliar a rotina profissional com a vida pessoal como forma de manter o equilíbrio e os ânimos renovados toda vez que o despertador toca.

É o que acontece com Luiz Coutinho, diretor-presidente do Grupo Coutinho, empresa dona das marcas Extrabom e Extraplus. Ele anota tudo o que tem para fazer durante o dia, inclusive horários para consultas médicas e atividade física com personal trainer.

“Tenho uma agenda semanal, costumo cumprir 80% do que está nela, ajustando sempre um dia antes. Tenho compromissos agendados até 2020. Antes das 8 horas já estou no centro de distribuição, na Serra, onde permaneço até por volta das 18h30. Todos os dias tenho o compromisso de visitar uma das lojas, totalizando seis por semana, e separo duas horas para avaliar relatórios”, conta.

Coutinho pratica atividade física das 20h às 21h, com a supervisão de um personal trainer. Já nos fins de semana, sábado ou domingo, ele aproveita para passear de moto com um grupo de amigos.

“É nesse momento que não penso em trabalho. O grupo tem pessoas de várias áreas, o que facilita conversar sobre tudo, menos de atividades profissionais. Vamos para Santa TeresaGuarapari ou qualquer outro lugar. Desta maneira, começo a semana renovado”, afirma.

O superintendente de pessoas e serviços da Unimed, Cosme Peres, faz musculação logo cedo, porque em outro horário não conseguiria ir por conta da demanda de trabalho, que vai das 8h às 18h. Ao longo do dia, ele participa de muitas reuniões. Duas vezes por semana, das 19h às 22h, atende em seu consultório de psicologia clínica.

“Quando não estou trabalhando procuro passear com o meu cachorro e estar com os meus amigos. Isso ajuda a me reconectar com todo o resto”, comenta.

Já a diretora de operações e finanças do Grupo Neffa, Xuxu Neffa, tem hábitos que já fazem parte de sua rotina há muitos anos. “Faço tudo antes das 9h30, horário que chego no escritório. Alguns hábitos já me acompanham há 30 anos. Por ser um negócio dinâmico, preciso ter agilidade em minhas decisões. Considero a rotina e a disciplina essenciais para minha vida. Isso serve para o trabalho, para atividade física e outros projetos. Só alcançamos nossos objetivos com disciplina”, aponta.

Na casa do diretor comercial e de marketing da Loga Internet, Antony Moreira, é ele quem prepara o café e acorda as crianças para irem à escola. Depois, ele aproveita o silêncio para ler, alternando com atividades físicas.

“Na segunda, até deixo de almoçar para estar integralmente com as equipes. Saio do escritório em torno das 19 horas e aproveito para ficar com a minha família, fazer dever de casa com as crianças e pesquisar sobre Neurociência”, relata.

O dia do diretor-geral do Shopping Vitória, Raphael Brotto, começa com um importante compromisso: levar o filho para a escola. Ao cumprir a tarefa, ele segue para a academia e depois vai direto para o trabalho, onde chega entre 8h30 e 9h.

“Procuro atender semanalmente todos os gestores que trabalham comigo, uma hora cada um. Na sexta pela manhã, fazemos uma reunião geral. Além disso, me reúno com a diretoria duas vezes por semana e atendo demandas de lojistas e também de interessados em investir por aqui”, comenta.

PRÁTICA DE CORRIDA PARA ESTAR SEMPRE CONECTADO

Cosme Peres não abre mão de passear com o cachorro no final do dia . Crédito: Fernando Madeira
Cosme Peres não abre mão de passear com o cachorro no final do dia . Crédito: Fernando Madeira

Duas vezes por semana, depois de um dia inteiro de trabalho que se encerra às 18h, o superintendente de Pessoas e Serviços da Unimed, Cosme Peres, ainda arranja fôlego para atender em seu consultório particular. E para dar conta de toda essa jornada, ele não abre mão de passear com o cachorro. “Logo cedo faço musculação para estar na cooperativa médica às 8 horas. Ao chegar, repasso e confirmo a agenda do dia. Leio e respondo os e-mails, assino notas fiscais e contratos. Depois do almoço, são várias reuniões”, conta. A prática de corrida de rua e os encontros com os amigos nos fins de semana também são importantes. “São prioridades e fazem com que eu me conecte com todo o resto. É preciso ter uma pausa para não ser engolido pela rotina.”

FILHOS E ESTUDO FAZEM PARTE DA ROTINA

Antony Moreira organiza até o dia dos filhos logo pela manhã. Crédito: Vitor Jubini
Antony Moreira organiza até o dia dos filhos logo pela manhã. Crédito: Vitor Jubini

A rotina de Antony Moreira, diretor comercial e de marketing da Loga Internet, inclui os cuidados com os dois filhos, a supervisão de 230 funcionários, atividades físicas, estudos e pesquisas sobre neurociência. “Preparo o café e organizo o dia dos meus filhos até eles pegarem o transporte às 6h30. Feito isso, dedico um tempo para a leitura, que alterno com caminhada ou corrida, para estar no trabalho em torno das 9 horas. Nas segundas, deixo de almoçar para ficar com as equipes e nas terça participo de reuniões. Volto para casa por volta das 20 horas. Fiz mestrado em Neurociência e por isso estudo sempre”, diz. Nos fins de semana ele ainda dá aulas fora do Estado. “A rotina é intensa, por isso consulto minha agenda antes de dormir”, destaca.

COM DEZ HORAS DE TRABALHO, NENHUM DIA É IGUAL A OUTRO

Xuxu Neffa acorda cedo para estudar e fazer atividade física. Crédito: Rodrigo Gavini
Xuxu Neffa acorda cedo para estudar e fazer atividade física. Crédito: Rodrigo Gavini

A diretora de operações e finanças do Grupo Neffa, Xuxu Neffa, chega ao trabalho todos os dias por volta das 9h30. Por ter uma rotina que exige muitas horas de atividade, ela acorda por volta das 5 horas para se dedicar a outras tarefas. “Trabalho cerca de dez horas por dia e marco todos os meus compromissos para bem cedo. Às quintas e sábados estudo contabilidade tributária e, aos domingos, Língua Portuguesa. Há poucos meses também decidi fazer aulas de pintura”, conta. O Grupo Neffa envolve o Centro de Convenções de Vitória, o Alice Vitória Hotel, indústria de alimentação para hospitais e grande empresas. “Nenhum dia é igual ao outro. Porém, procuro ter rotina e disciplina. Acredito que objetivos só são conquistados assim”, destaca.

FAMÍLIA COMO PRIORIDADE NA AGENDA

Raphael Brotto atua em um ramo que não dá para desligar. Crédito: Fernando Madeira
Raphael Brotto atua em um ramo que não dá para desligar. Crédito: Fernando Madeira

O diretor-geral do Shopping Vitória, Raphael Brotto, inicia o dia levando o filho à escola. Depois, segue para a academia e, às 8h30, chega ao trabalho. “Procuro atender semanalmente todos os gestores que trabalham comigo, uma hora cada um. Me reúno com a diretoria duas vezes por semana e atendo demandas de lojistas e também de interessados em investir por aqui”, comenta. Brotto está no cargo desde 2011 e a agenda, toda feita por sua secretária, é encerrada por volta das 19 horas. “Na hora do almoço, tento almoçar com a família ou ando pelo shopping para avaliar como as coisas estão funcionando. Trabalho em um ramo que não dá para desligar totalmente. Gosto de cozinhar, de estar com a minha família e amigos e viajar”, relata.

A Gazeta integra o

Saiba mais
carreira

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.